… a liberdade de imprensa e a ética jornalística!

… entre Alice no País das Maravilhas e O Segredo de Seus Olhos!
23 de maio de 2010
O relações chegou… o/
9 de junho de 2010

… a liberdade de imprensa e a ética jornalística!

O Estado de São Paulo está a mais de 300 dias sob censura, a acusação, querer publicar uma matéria denunciando escândalos da família Sarney. Este provavelmente é o caso de censura de maior relevância no país nos últimos tempos e responsável por reacender a discussão sobre a liberdade de imprensa por aqui!

Acredito que a imprensa deve ter liberdade para publicar o que for relevante ao interesse comum, o que deve ser relatado e, principalmente, denunciado.

Não podemos esquecer, porém, que é necessário aos jornalistas e seus veículos manter a imparcialidade (mesmo que isto só seja possível no “País das Maravilhas”), e apurar os fatosouvindo os dois lados e embasando-se em fontes seguras.

A Federação Nacional dos Jornais (FENAJ) tem em seu site o Código de Ética dos Jornalistas brasileiros, que discorre justamente sobre os direitos e deveres dos veículos e jornalistas, além de princípios básicos para o exercício da profissão. Atende ao Art. 2º (I e II), Art. 4º, Art. 6º (VIII), Art. 7º (II) e Art. 12º (I).

Mas quem é mesmo que acredita em imprensa 100% imparcial, 100% coerente, 100% enquadrada em seu próprio Código de Conduta Ética? Como anda a sua relação com este assunto?

Pedro Prochno
Pedro Prochno
Sou fã das Relações Públicas*! Graduado em RP e com um MBA pela FGV, sou empreendedor na área e gerente de comunicação da Uber. Sou Pai do “relações”, Mergulhador, DJ e mto curioso! Adoro viajar, conhecer novas culturas, pessoas e formas de se ver o mundo!
Acompanhe:
… a liberdade de imprensa e a ética jornalística!

Comentários

77