Viagem ao fundo do mar em SP

O mundo mágico dos TEDx
16 de novembro de 2010
Quando chega a hora de dizer “Tchau”
29 de novembro de 2010

Viagem ao fundo do mar em SP

Uma semana parado, eu sei, isso é muito feio 🙁 mas pelo menos o post Dica do final de Semana eu trouxe ao relações 🙂

Eu sou fascinado por água! Adoro piscina, rios, lagos, amo o mar! Acho que por isto me tornei mergulhador aos 13 anos de idade e, desde então, não parei mais! Ao mesmo tempo sou fascinado por bichos.

Se você não gosta muito de interagir com eles na natureza, ou se não se sente muito bem ao contrariar a lei natural da vida e se enfiar 15 metros embaixo d`água, uma ótima opção são os aquários das cidades.

O aquário do Guarujá (SP) é um bem famoso, tem diversas espécies de animais e, vez ou outra, alguns visitantes ilustres que são levados para lá para recuperação. O aquário de São Paulo também é muito legal! Fazia tempo que não o visitava, mas no ultimo ano e meio já fui duas vezes.

Eles passaram por uma grande reforma, mudaram algumas de suas estruturas, reorganizaram as alas e contam com uma vasta coleção de animais. Começamos a visita com os répteis, anfíbios e peixes de água doce. Nesta primeira parte podemos ver uma jibóia de mais de 4 metros, um casal de jacarés albinos, teiús (lagarto) vermelho e muito mais.

Ao deixarmos esta ala passamos então para a parte de animais de água salgada, que começa com baiacus, cascudos, e uma provocação aos visitantes, mostrando em uma sala com espelhos, o maior predador do mundo: o homem! Chegamos então em um dos tanques principais do aquário, justamente onde estão os tubarões-lixa e as raias. Aqui eles também contam com um morador ilustre, um tubarão-lixa branco, raridade no mundo e único (que se tem notícia) em um aquário. Neste tanque é possível acompanhar um mergulhador que alimenta as raias e os tubarões de tempo em tempo.

Mais adiante encontramos o Nemo e a Dori, alegres e contentes em seu aquário. Os palhacinhos (nome popular do “nemo”) são peixes bem curiosos e desconfiados. Adoro ficar observando o que fazem um tempão, principalmente quando ficam escondidos. Em um aquário do outro lado da sala encontramos dois peixes-leão, fascinantes também. Ao final desta parte podemos nos divertir com os pinguins do local. Dá até pra fazer um bolão entre os visitantes para ver se eles entram ou não na água.

A dica fica para, ao fim do passeio, depois que deixar a “lujinha”, pergunte para um dos monitores do local onde fica o tanque do peixe-boi e do leão-marinho. São dois tanques gigantescos. O peixe-boi fica junto com outros peixes da Amazônia e é incrível o tamanho que estes animais tem! Na parte superior do mesmo complexo estão duas lontras, um tamanduá e dois macacos-prego.

A diversão aqui é garantida. Dá pra fazer um passeio bem legal em 90 minutos, ou perder muito mais olhando todos os animais. O melhor horário para visitar é pouco antes de se encerrarem a venda de ingressos (18h), pois o número de crianças pequenas é bem menor e o aquário só fecha depois que o último visitante sair! Cheguei lá às 16h30 e foi ótimo. Se você não é de SP visite o aquário da sua cidade e conte-nos aqui como ele é!

Serviço

Aquário de São Paulo

R. Huet Bacelar, 407 – Ipiranga

Horário: Todos os dias das 9h às 18h (encerramento de venda de ingressos – só fecha com a saída do último cliente)

Fone: (11) 2273-5500

www.aquariodesaopaulo.com.br

Valor: R$30,00 – Não tem meia-entrada.

Pedro Prochno
Pedro Prochno
Sou fã das Relações Públicas*! Graduado em RP e com um MBA pela FGV, sou empreendedor na área e gerente de comunicação da Uber. Sou Pai do “relações”, Mergulhador, DJ e mto curioso! Adoro viajar, conhecer novas culturas, pessoas e formas de se ver o mundo!
Acompanhe:
Viagem ao fundo do mar em SP

Comentários

948