Vamos começar pelo básico, o que é marca?

“Tradicional” ou “ao gosto do freguês”
13 de julho de 2011
Profissão Comunicólogo
20 de julho de 2011

Vamos começar pelo básico, o que é marca?

Muitas pessoas acham que marca é aquilo que vemos, é uma confusão comum, mas na verdade o que vemos é somente a representação gráfica de uma empresa.

Marca no sentindo real para branding é algo intangível já que não podemos tocar, é sentimento, direção, percepção e começa a ser construída de forma individual em relação a um serviço, produto até chegar a empresa.

Uma marca pode se tornar tangível quando saímos do campo da percepção e utilizamos métricas numéricas que conseguem definir até mesmo o valor (em dinheiro) de uma marca.

E o branding como começou?

Algumas teorias dizem que branding é algo muito antigo, o seu princípio começou quando os fazendeiros marcavam o gado para que eles não se misturassem com os animais das outras fazendas no pasto, acho muito arcaica esta explicação, mas esse é o registro mais distante.

Na verdade, branding passou a ser um termo muito utilizado nos Estados Unidos na década de 80, quando a necessidade por diferenciação passou a ser crucial para o crescimento das empresas.

Antes disso, Henry Jonh Heinz, de certa forma, pensou em branding, em 1890 lançou no mercado uma linha de produtos e colocou nas embalagens o número 57 para representar todas as opções oferecidas da linha.

(antes do registro da marca Coca Cola que aconteceu em 1893.)

Naquela época, não existiam explicações profundas, mas Heinz percebeu que se comunicar de outra forma, poderia garantir a expansão dos negócios e se não, a lembrança de algo diferente e isso se tornou tão forte que ainda hoje podemos ver o seu uso e associar aos atributos da marca.

Mas o que é branding?

Se fôssemos traduzir “branding” para português, teríamos “marcando”, assim podemos fazer uma analogia a isso e sempre lembrarmos que um trabalho de gestão de marcas é basicamente pensar em como criar diferenciações.

Parece ser simples, mas um trabalho deste, além de tempo, envolve profundas analises de mercado, oportunidades e valores internos.

Vamos em busca de como construir marcas para que elas possam de fato ser relevantes, um pensamento que deve se iniciar antes de qualquer estratégia de uma organização e que é tangibilizado pela criação, responsável por desenvolver todo o alinhamento visual.

David Olgilvy definiu muito bem o que é branding:

A marca é a soma intangível dos atributos de um produto; seu nome, embalagem e preço, sua história, reputação e a maneira como ele é promovido. A marca é também definida pelas impressões dos consumidores sobre as pessoas que a usam; assim como pela sua própria experiência pessoal.

Encontrei um video bem legal da Lippincott, uma consultoria de marcas que faz um rápido resumo de um projeto de marcas.

http://www.vimeo.com/23342752

Danielly Tavares
Danielly Tavares
Sou Danielly Tavares, Relações Públicas. Minha vida profissional foi da indústria de embalagens á moda, com pit-stop em marketing esportivo até chegar em Gestão de Marcas (branding). Fui trainee na Ana Couto Brading & Desing e hoje faço parte da equipe Interbrand Brasil. Acredito na liberdade, sou sentimental, curiosa, adoro tendências, por isso, também tenho o meu blog: EU VI ISSO, amo brigadeiro, Maple Syrup, Toronto, um bom livro, cinema e uma bela tarde de sono.
Acompanhe:
Vamos começar pelo básico, o que é marca?

Comentários

2065