Ideia original

2012 para empreender nas relações públicas
29 de novembro de 2011
Gerar e manter vínculos: Tá todo mundo falando
1 de dezembro de 2011

Ideia original

Quando temos que desenvolver alguma ação, campanha, peça, uma das coisas que nos passa pela cabeça é “quero fazer algo original, novo, que tenha impacto”. Acertei? Mas, e se aliado a isso, o original tivesse outro sentido? Sentido de origem?

Encontrei um exemplo que pode ajudar vocês a entenderam aonde quero chegar! Para promover o Festival de Mágica de Québec, no Canadá, criaram um outdoor mágico! Afinal, estamos falando de magia não? Rs

A ideia: colocar uma cartola gigante, de onde saiam vários pombos. Olha só:

Outdoor Mágico | @comunicadores por comunicadores no Videolog.tv.

Voltamos ao pensamento do início deste post: “Quero fazer algo original, novo, que tenha impacto”. Acho que os responsáveis por essa ação cumpriram a missão! Ou seja, às vezes, busque a origem da questão que ela será original! Quer algo mais clássico e dos primórdios da atividade de mágica que o truque da cartola?

Agora extrapolando um pouco e pensando numa lição maior para a área de comunicação e Relações Públicas: em alguns casos, quando chega um briefing para nós, um cliente novo, queremos fazer algo inovador, pensando em tecnologia, redes sociais ou algumas coisas inviáveis, mas tudo pela originalidade e impacto! No final, o resultado pode não ser o esperado, já que o básico não é bem feito ou executado, a comunicação ainda não é eficiente, o público não adere e não se sente atraído pela ideia…são tantos os motivos e consequências possíveis!

O que quero dizer é, em algumas situações, temos que pensar em ideias simples e muitas vezes na origem da questão. O que pode e irá fazer a diferença é a ótima execução e familiaridade do target com a campanha! Já dizem por aí: “menos é mais”.

E vocês? Concordam comigo? E o que acharam da ação no Canadá? Compartilhe sua opinião com a gente!

Redação TMPRP
Redação TMPRP
Acompanhe:
Ideia original

Comentários

2956