Tendências de Mídias Sociais para 2012

Chegadas e partidas GNT
Onde entra o storytelling no meu trabalho?
30 de janeiro de 2012
Quer estagiar na maior empresa de branding do mundo?
31 de janeiro de 2012

Tendências de Mídias Sociais para 2012

Primeiro quero desejar um 2012 excelente a todos que nos acompanham aqui no #BlogRelacoes e para as mídias sociais também. Acredito que será um ano de consolidação e de muitas oportunidades. Vamos ao post!

Não tenho a pretensão de ser ou me tornar uma guru da área, nem quero profetizar feitos para o ano que se inicia. O intuito desse post é apenas reunir tendências que tenho observado no mundo das RP e das Mídias Sociais, em especial, sob minha visão. As tendências também não obedecem a nenhuma ordem específica.

  1. Comunicação móvel: a cada dia mais assistimos os smartphones tomando conta das ruas e das mãos das pessoas. E com a internet móvel mais acessível ao bolso, a tendência das pessoas é se comunicarem com marcas e descreverem suas experiências com as empresas e compartilharem tudo isso via mídias sociais. Trata-se de algo irreversível! Não tem site na versão mobile? Trate de pensar a respeito!
  2. ROI: retorno sobre investimento sempre foi e sempre será a moeda de entendimento entre administradores, investidores e áreas de comunicação e marketing. Caso ainda sua organização não saiba como provar por A + B que as mídias sociais são rentáveis, ainda que em termos de imagem, reputação, esqueça…a tendência é que a empresa corte gastos aí. Para isso, é preciso pensar no quanto as mídias sociais economizam no atendimento ou no quanto de retorno de imagem, elas trazem, quantos usuários são convertidos em clientes ou em embaixadores da marca e por aí vai.
  3. Atendimento via mídias sociais: nos EUA, a tendência é de relacionamento via mídias sociais, as organizações não estão preocupadas somente em disseminar informações promocionais ou institucionais, mas também estão atendendo seus consumidores nos canais em que estes querem ser atendidos, seja isso no on ou offline. A tendência é de que isso venha a ocorrer por aqui também. Algumas empresas nacionais já acordaram para isso e vêm melhorando sua imagem e experiência junto aos seus clientes.
  4. Relacionamento com usuários-mídia: mapear os principais influenciadores online, convencê-los, dialogar com eles e por fim, transformá-los em embaixadores da marca é o sonho de consumo de qualquer organização. Acredito que as organizações devam conversar e dialogar com quem quer que seja, mas um trabalho específico com esses formadores de opinião online pula muitas etapas da comunicação nas mídias sociais.
  5. Geolocalização: aí, voltamos para a tendência número um! Com a popularização dos smartphones e da internet móvel, as pessoas buscam empreendimentos via celular, restaurantes, compras ou simplesmente compartilham com os amigos onde estão e as impressões que têm a respeito de determinado lugar. O que isso tem demais? As pessoas compartilham experiências sobre lugares, estabelecimentos, marcas e essas informações estão disponíveis gratuitamente sobre as organizações. Infelizmente, não lembro onde li a seguinte frase, mas ela bem resume essa tendência: conexão ubíqua, instantânea e social.

E você, que tendências acresceria aqui? Aguardo comentários!

Carol Terra
Carol Terra
Carolina Terra é doutora e mestre em Interfaces Sociais da Comunicação, ambas pela Escola de Comunicações e Artes da USP. É pesquisadora, consultora e professora de Mídias Sociais e Comunicação Organizacional, atuando como docente na Fecap, FAAP, Belas Artes e ECA-USP. É autora do livro Blogs Corporativos (Difusão Editora) e editora do blog RPalavreando.
Acompanhe:
Tendências de Mídias Sociais para 2012

Comentários

3204