Case com…Pinterest!

CURSO | Como inserir o Storytelling em seu planejamento de comunicação
7 de maio de 2012
“De miss a ex-BBB todo mundo é MC!”
10 de maio de 2012

Case com…Pinterest!

A Carol Terra perguntou no começo do mês passado se o Pinterest pegava mesmo entre as redes sociais. Talvez seja muito cedo para firmá-lo como o Twitter e Facebook, mas o fato é que a rede social queridinha do momento já alcançou números e dados impressionantes:

  • O projeto, criado por Ben Silbermann, começou em 2009 e foi lançado em forma beta em março de 2010;
  • Em dezembro de 2011, segundo a Htiwise, o Pinterest chegou ao top 10 de sites sociais. Aqui;
  • 97% dos fãs de Pinterest no Facebook são mulheres. Aqui;
  • Mais de 70% dos usuários são mulheres, o que ‘prova’ a teoria de que é um site voltado ao público feminino. Aqui;
  • O Pinterest já é um dos 30 sites mais visitados dos EUA. Aqui;
  • Segundo Alexa, ocupa 16ª posição nos EUA e 62º no Mundial em acessos. Aqui;
  • As categorias mais populares no Pinterest são: Home (17,2%), Arts and Crafts (12.4%), Style/Fashion (11.7%), Food (10.5%) e Inspiration/Education (9.0%). Aqui;
  • Os nomes mais comuns de “Boards“  são “For the Home” (3%+), “My Style,” (1.97%), “Products I Love” (1.86%), “Books Worth Reading” (1.68%) e “Food” (1.23%). Aqui;
  • Mais de 80% dos pins são repinsAqui;
  • Pessoas estão sendo contratados para virarem Pinners oficiais de marcas. Aqui;
  • Pessoas gastam mais tempo no Pinterest do que no Google+. Aqui;
  • Pinterest cresceu 2700% em relação a maio de 2011. Aqui;
  • Facebook, Google e Youtube são os sites que mais recebem visitas do Pinterest. Aqui;
  • The Perfect Palette é a marca mais seguida no Pinterest. Aqui;
  • Fotos do escritório do Pinterest, aqui;

Fonte: Midiatismo

A última novidade é que até Barack Obama se rendeu e abriu seu perfil por lá (mas também ele é mundialmente conhecido por se aventurar nas redes sociais com a sua campanha presidencial – lembrando que outra está por vir).

Mas o mais importante, como “troquei figurinha” nos comentários do post da Carol, é que uma marca, seu negócio e público têm que ter afinidade e relevância dentro dessa ou de qualquer outra rede social. E já que há pesquisas que mostram que a grande audiência do Pinterest é composta por mulheres, eis que uma marca feminina viu a oportunidade e pioneirismo de criar a primeira campanha com o Pinterest como plataforma principal.

O case “Women’s Inspiration Day” é da marca de cuidados íntimos femininos Kotex, que selecionou 50 perfis de mulheres influentes no Pinterest, observou seus boards e montou uma caixa, para cada uma, com seus interesses e inspirações de acordo com os perfis, ou seja, a partir das imagens que elas publicavam na rede social.

Resultado: todas as usuárias contempladas na ação postaram no Pinterest fotos da caixa e dos mimos recebidos, além de publicar no Facebook, Twitter e Instagram, disseminado a campanha para outras redes sociais. No total, foram 2.284 interações e 694.853 impressões. Veja o vídeo case para entender melhor e ver que boa sacada!

A lição que tiro com esse case: a marca foi MUITO feliz em aproveitar o timing do Pinterest, sua repercussão e as pesquisas que mostram sua influência entre as mulheres, seu público-alvo. Mais: entendeu e aproveitou também a oportunidade, já que a  plataforma é relevante para o tipo de campanha e impacto desejado. Logo, vejo como um bom exemplo para uma fórmula assim: “resultado + relevância + relacionamento = público-alvo, meio/mídia e ação adequados e alinhados”, gerando divulgação espontânea e positiva da marca.

Se você ainda se perguntava o que fazer, em relação a uso corporativo e ações de relacionamento, com o Pinterest, acho que essa foi uma ótima ideia que pode abrir sua mente 😉

 

Fotos: Google Images

Case com…Pinterest!

Comentários

3793