A área de Relações Públicas está mudando, fique atento!

Fest Fly – o maior evento de parapente do Brasil: O que podemos aprender?
11 de setembro de 2012
Ritos de passagem: Colação de Grau (parte I)
13 de setembro de 2012

A área de Relações Públicas está mudando, fique atento!

Você, Relações Públicas é registrado no CONRERP da sua região? NÃO? Pois na minha opinião deveria!

Registrar-se, além de obrigação prevista na Lei 5377/67, é a maneira mais ética de poder cobrar mudanças e a correta aplicação do dinheiro das anuidades por parte do CONFERP e dos CONRERPs.

Se você não é registrado, no mínimo acompanha o CONFERP e os assuntos burocráticos que envolvem o mundo das Relações Públicas, certo? NÃO!?!? O_o

Pois bem, saiba você que nossa área está passando por profundas transformações! Estamos em um momento único que vai impactar a profissão e o seu mercado pelos próximos anos. Eu até me arriscaria a dizer que o que está sendo proposto vai mudar completamente o cenário das RPs no Brasil.

| O primeiro ponto, mais “corriqueiro”, é que passaremos a contar, até o fim de 2012, com novas carteiras de registro profissional. Elas não mais serão em papel moeda, mas sim um “smart card” com possibilidade de inclusão de diversos dados de identificação dos profissionais (veja mais aqui).

| O segundo ponto é a abertura da primeira Delegacia Federal do sistema CONFERP, na Bahia, que se transformará, nas eleições de outubro, no CONRERP 7ª região!

| Este ano de 2012 teremos eleições gerais para o CONFERP e para os CONRERPs. Elegeremos (os registrados, claro) os representantes que definirão os rumos da profissão e trabalharão em prol do desenvolvimento do mercado para os próximos anos.

Se você pensa em compor uma chapa, deve fazê-lo o quanto antes pois as inscrições encerram-se em 14/09. Se você apenas pretende votar, saiba que precisa atualizar seus dados no sistema do CONFERP para tal, CORRA! Todas as informações sobre as eleições de 2012 podem ser vistas aqui.

| Por fim, pra mim o assunto MAIS importante, deveremos ter, em breve, o início do processo de abertura do registro profissional para pessoas que NÃO são formadas em RP!!! (guardem as faquinhas e vamos refletir sobre o assunto 🙂 )

Eu sou a favor dessa abertura, de qualquer forma, vamos primeiro ver um pouquinho do cenário mundial:

O Brasil, ao lado da Espanha (até onde tenho conhecimento) são os dois únicos países onde Relações Públicas é uma GRADUAÇÃO e não uma pós-graduação. Além disso, só aqui e no Panamá a profissão é REGULAMENTADA por Lei. Logo, não me venha com “o diploma vai ser rasgado” pois aqui temos o “título” com menos tempo de estudo !

Analisando o Brasil, é INEGÁVEL que existem excelentes profissionais de Relações Públicas que NÃO são formados na área. São jornalistas, administradores, marketeiros e por ai vai! Não podemos negar também, é claro, que existem muitos desses profissionais, e até formados em RP, que só usam o título para fazer besteira. Isso pra mim prova que RP vai muito além da formação universitária, e é inundada pelo conhecimento, estudo, desenvolvimento e capacitação adquirida ao longo de uma carreira.

Isso é o básico. Podemos ir além e debater o quanto trazer estes profissionais capacitados e engajados com a profissão podem beneficiar a classe a partir do momento que eles serão registrados nos conselhos.

Para conhecer os resultados da consulta (lembre-se foi uma CONSULTA e não uma VOTAÇÃO) acesse o hotsite da ação. Lá é possível acessar o Diagnóstico da Consulta, o Plano de ação para a continuidade do processo (que menciona que SIM os registros serão abertos aos pósgraduados em RP) e Como se dará este processo, além de diversas outras opiniões e informações relevantes.

É muito interessante e eu recomendo fortemente a leitura do Diagnóstico da Consulta. Lá estão consolidadas as análises de grandes profissionais RPs que dedicaram bastante tempo para ler, entender e compilar as opiniões submetidas durante o processo. Lá constam também opiniões dos consultores que trabalharam neste processo.

Tenho certeza que o” debate” sobre este tema não se encerra com esta decisão, que é apenas o começo de todo o processo. Como disse, os registros serão abertos para pós-graduados, apenas, o que os qualifica tanto quanto os graduados em RP. Ainda temos a questão dos cursos técnicos (com registros técnicos) e dos formados em outras áreas da comunicação.

Abraços

Pedro Prochno | Conrerp2 – 3920

Pedro Prochno
Pedro Prochno
Sou fã das Relações Públicas*! Graduado em RP e com um MBA pela FGV, sou empreendedor na área e gerente de comunicação da Uber. Sou Pai do “relações”, Mergulhador, DJ e mto curioso! Adoro viajar, conhecer novas culturas, pessoas e formas de se ver o mundo!
Acompanhe:
A área de Relações Públicas está mudando, fique atento!

Comentários

5248