O luxo das marcas

E quando se está do lado negro da força?
30 de outubro de 2012
Redes sociais para alunos e professores. E não é o Facebook!
9 de novembro de 2012

O luxo das marcas

Você já parou para pensar que as marcas estão em todos os lugares e que em alguns segmentos a força de uma marca é basicamente o fator de escolha?

O que estou querendo dizer com tudo isso? Que no segmento de luxo o peso da marca é vital, em todos os segmentos a força de uma marca é relevante, mas em alguns mercados específicos isso é muito evidente, pensa só naquela famosa frase: “nossa isso é de marca”, mas se toda empresa é representada por uma marca, poderíamos falar isso para tudo, pode ser  a marca tabajará ou uma Ferrari, certo?

Mais ou menos, no segmento de luxo a marca sozinha é muito importante, pensa assim, se marca tem um valor tangível, tipo a marca mais valiosa do mundo é… No segmento glamour é o foco total, afinal você poderia comprar uma bolsa de couro qualquer, mas um dos ideogramas mais famosos do mundo, o da  Louis Vuitton custa um bom preço e  tem uma legião de fãs.

Não é a toa que o segmento de luxo também tem um problema sério com falsificação, isso tudo por que  marca trabalha com aspiracional, com o desejo, status e todo mundo almeja isso, mesmo que inconscientemente. Só LVMH já gastou mais de US$ 16 milhões no combate a falsificação.

Mas isso, não se restringe somente ao mundo feminino, se pensarmos em carros de luxo por exemplo, também temos a marca como um decisor importante, BMW, Audi ou um Bugatti Veyron Super Sport que pode custar até US$2,6 milhões. E você vai me dizer que é tudo carro? Pensa só se não tem branding nessa história.

Deu para perceber como aquela “marquinha” quando falamos de luxo faz toda a diferença e agrega valor? Mas essa questão de branding nesse mercado não começou a ser construído agora, muitas das marcas que falei são centenárias, passaram por diferentes transformações sociais e economicas e mesmo assim conseguiram se recriar e até hoje fazem parte do sonho de muita gente.

Para exemplificar, um case de sucesso, o perfume  da Chanel, olha só:


Fontes: FAAP | Exame | Imagem:deepglamour

Danielly Tavares
Danielly Tavares
Sou Danielly Tavares, Relações Públicas. Minha vida profissional foi da indústria de embalagens á moda, com pit-stop em marketing esportivo até chegar em Gestão de Marcas (branding). Fui trainee na Ana Couto Brading & Desing e hoje faço parte da equipe Interbrand Brasil. Acredito na liberdade, sou sentimental, curiosa, adoro tendências, por isso, também tenho o meu blog: EU VI ISSO, amo brigadeiro, Maple Syrup, Toronto, um bom livro, cinema e uma bela tarde de sono.
Acompanhe:
O luxo das marcas

Comentários

5744