Festejar sem erro!

Ação em mídias sociais é muito mais do que apenas anunciar nos blogs
6 de dezembro de 2012
O lado negro da prática de public affairs
14 de dezembro de 2012

Festejar sem erro!

 

É chegado o fim de mais um ano de muito trabalho e com ele as famosas festas de confraternizações, que estão aí para encerrar este ciclo com chave de ouro. Para fechar a coluna de cerimonial & eventos deste ano resolvi resgatar e complementar as dicas do post sobre as famosas gafes em festas do confraternização. Vale a pena conferir! E que 2013 seja um ano repleto de boas notícias, prosperidade e com o reconhecimento que merecemos em  nossas profissões!

Festa é sempre sinônimo de alegria, é natural nos reunirmos com quem passamos a maior parte dos nossos dias ao longo ano para comemorar o fechamento de mais um ciclo. Mas ao falarmos em festa da empresa, independente do perfil da empresa, temos que ter claro o significado da palavra bom senso. Saber como se comportar e conhecer até onde vai o limite da “folia” é o que vamos comentar neste post.

#1 É FESTA ou BALADA? – Pode desanimar se está querendo em ir com espírito de balada, pensando em beber, se vestir de forma chamativa, dançar e pegar geral! As festas são organizadas pela empresa com objetivo de confraternizar, de aproximar os colegas de trabalho que muitas vezes não tem tempo para conversar sobre outros assuntos que não seja trabalho. Encare como diversão, mas ainda pertencendo ao ambiente de trabalho.

 

#2 NÃO SE EXPONHA AO RIDÍCULO – “Lembra do(a) fulano(a) naquele ano que bebeu demais e subiu na mesa para dançar!?” Tenha cuidado, hoje a grande maioria dos seus amigos têm smartphones e podem postar em tempo real a sua gafes. Se for parar nas redes sociais a coisa piora… Dançar? Claro que pode! Só evite as coreografias super chocantes, caso contrário poderão sempre lembrar de seu “gingado” especial daquela ocasião.

#3 BEBER OU NÃO BEBER EIS A QUESTÃO – Tudo o que está no cardápio e é oferecido na festa pode ser aceito, é legal apenas não ultrapassar o limite da bebedeira, beba dentro de seu limite. E lembre-se: Se beber? Vá de carona!

#4 NÃO CRIE INTIMIDADES – Não é porque estará em um ambiente descontraído e com algumas doses a mais de álcool que você passará a ser o melhor amigo do seu chefe. Também não aproveite a ocasião para tirar satisfação ou relembrar mágoas passadas com seu chefe ou colegas. Pode ter certeza que este não será o melhor momento.

#5 NÃO FALE DEMAIS – Tanto assunto bacana e você escolhe falar justamente mal dos amigos de trabalho e da própria festa? Não fica bem! Tenho certeza que encontrará temas mais relevantes.

#6 TIRAR A BARRIGA DA MISÉRIA – Churrasco, coquetel ou jantar, vá preparado para saborear, mas com moderação! A comida não irá acabar em 1 segundo, não pega bem encher o prato como se fosse uma competição de quem come mais! Vá aos poucos… Seus amigos observam, os chefes observam, os garçons comentam, ou seja, #todosfalam.

 

#7 PRATIQUE NETWORKING – Circule pela festa, procure conhecer melhor aquelas pessoas de departamentos que você pouco conhece, seja sociável e não fique nas mesmas panelas. Se for acompanhado (caso seja permitido pela empresa) saiba que é o responsável por quem te acompanha, todas as dicas servem também para seu(sua) acompanhante ok?

Agora a festa é com vocês! Aproveitem para festejar, sem erro!

Fabio Polisel
Fabio Polisel
Relações Públicas pela Universidade Metodista e Pós-Graduado em Marketing pela FGV. Após um período de 5 anos na Gerência de Comunicação da Metodista, migrei para área pública em 2009. É na Prefeitura de São Bernardo do Campo onde continuo aprendendo sobre o universo público e em como implementar as relações públicas nesta área. Sou empreendedor na área de eventos e também vivencio as funções de cerimonialista e mestre de cerimônias.
Acompanhe:
Festejar sem erro!

Comentários

5986