Humor e profissionalismo, uma combinação que dá certo?

Estudo da Aberje mostra 52% das organizações já possuem regras definidas para a gestão das mídias
2 de julho de 2014
Marketing é coisa do passado?
4 de julho de 2014

Humor e profissionalismo, uma combinação que dá certo?

Este post foi escrito por Florilson Santana. Participe você também do #Blogrelacoes, veja como aqui!

Não é de hoje que fazer piadas sobre a vida cotidiana é alguma novidade, há bastante tempo o Stand Up Comedy sabe fazer muito bem esse tipo de humor e provoca muitas risadas, afinal quem nunca se identificou um pouco com os “causos” contados pelos artistas? Mas daí surgiram as redes sociais e o palco mudou de local, o teatro hoje se chama Facebook, a plateia são os seguidores, os comediantes são as fanpages e os aplausos se tornaram curtidas, além das críticas que surgem como comentários.

Há várias páginas de humor no Facebook, algumas ruins, é verdade, mas a maioria sabe bem como fazer seu conteúdo, usando e abusando de sátiras sobre diversas situações, o que contribui para a sua popularização na internet. E é aí que surgem as famosas páginas profissionais “da depressão”, uma junção de humor e autocrítica, que mostram as diversas situações que aquela profissão enfrenta no seu dia-a-dia. Indiretamente elas também promovem uma divulgação sobre a área, falando sobre o que é, o que faz, como trabalha e até mesmo facilita o entendimento, afinal já é comprovado que a região do cérebro responsável pelo humor está diretamente ligado com a percepção de conteúdo.

Verdade seja dita, muitos ainda pensam que isso de “humor no face” é perda de tempo, mas será mesmo? Aqui trago um dado interessante, em 2012 criei a página Relações Públicas da Depressão, era uma iniciativa pessoal após ver que não haviam páginas efetivas que unissem humor e Relações Públicas na internet. Em dois anos de existência, a página já acumula mais de 9 mil seguidores e alcança mensalmente mais de 100 mil pessoas. O diferencial está no objetivo principal, que não é só compartilhar publicações humorísticas, mas também divulgar a profissão de Relações Públicas, claro, tudo de uma forma dinâmica e principalmente sem ferir a imagem da nossa profissão.

O uso do humor nas redes também tem sido feito por páginas institucionais, um bom exemplo são as mídias sociais da Prefeitura de Curitiba, que ao invés de publicar de maneira formal, até enfadonha, assuntos públicos do Município, eles investiram forte no humor e na comunicação mais informal com os usuários. Como resultado, hoje, a página da Prefeitura no Facebook já é curtida por mais de 209 mil pessoas e tornou-se uma das maiores referências em social media do Brasil.

Existe de tudo na internet, para todos os gostos, mas convenhamos, quem não gosta de um bom humor na net?

Por Florilson Santana – Entusiasta e apaixonado por Relações Públicas, Graduado pela Faculdade UNIBAHIA, Sócio-Diretor da Macaxeira Comunicação e Criador da fanpage Relações Públicas da Depressão.

 

 

 

 

 

 

 

Convidados RP
Convidados RP
Convidado Relações Públicas. Este post foi escrito por um convidado do #Blogrelacoes e as informações e opiniões aqui contidas não necessariamente condizem com as dos autores do Blog. Para saber mais sobre o autor do texto consulte o final do post.
Acompanhe:
Humor e profissionalismo, uma combinação que dá certo?

Comentários

8004