O consumidor no centro das atenções

Sou uma comunicadora introvertida, e agora?
20 de novembro de 2014
Centenário das Relações Públicas com “crowd spread”
25 de novembro de 2014

O consumidor no centro das atenções

Você já ouviu falar em convergência das mídias? Se não, vá se habituando. No contexto da internet e da tecnologia, segundo Henry Jenkins, o termo significa o fluxo de conteúdos através de múltiplas plataformas de mídia e o comportamento migratório dos públicos dos meios de comunicação, que vão a quase qualquer parte em busca das experiências que desejam.

O que isso tem a ver com as empresas? Tudo. Esse empoderamento do consumidor faz com que tenham que repensar o modo como se comunicam com ele. Um eventual histórico de monólogo, forjado na fórmula de plataformas de comunicação cujo modelo sonega a possibilidade de interação, deve dar lugar à experimentação, ao improviso e à concessão de poder, onde o diálogo é presença constante.

A balança do fluxo de ideias, cultura e arte está bem mais equilibrada, o que é muito interessante. No entanto, as fronteiras não estão claramente demarcadas. Sabiamente, Jenkins pondera que a convergência das mídias é mais do que apenas uma mudança tecnológica. Ela provoca mudanças na relação entre tecnologias existentes, indústrias, mercados, gêneros e públicos.

Para Jenkins,  convergência altera a lógica pela qual os consumidores processam a notícia e o entretenimento. “Ela refere-se a um processo, não a um ponto final. Não haverá uma caixa preta que controlará o fluxo midiático para dentro de nossas casas. Graças à proliferação de canais e à portabilidade das novas tecnologias de informática e telecomunicações, estamos entrando numa era em que haverá mídias em todos os lugares.”

A convergência, completa o autor, não é algo que vai acontecer um dia, quando tivermos banda larga suficiente ou quando descobrirmos a configuração correta dos aparelhos. Prontos ou não, já estamos vivenciando essa experiência. Quem está preparado?

 

Glauco Menegheti, jornalista e diretor de Negócios da Bit Conteúdo

glauco@bitconteudo.com.br

Bianca Persici Toniolo, relações-públicas e diretora Comercial e de Planejamento da Bit Conteúdo

bianca@bitconteudo.com.br

A Bit Conteúdo é uma agência especializada em produção de conteúdo e assessoria de imprensa. bitconteudo.com.br

 

Ariane Feijó
Ariane Feijó
Trabalha com Relações Públicas e Marketing Digital há mais de 15 anos tendo passado por grandes multinacionais como Dell (Brasil), KPMG e Lloyds TSB (Inglaterra) e trabalhado com países como Estados Unidos, Alemanha, França, Espanha, Rússia e Índia. É sócia do coletivo Todo Mundo Precisa de um RP e idealizadora do Inbound PR, metodologia que desenvolveu para combinar inbound marketing com RP e aplica em empresas de diversos portes.
Acompanhe:
O consumidor no centro das atenções

Comentários

8602