Criatividade não é só dom – conheça o método para gerar ideias

O que muda do jornalismo para a produção de conteúdo?
21 de junho de 2016
5 instituições beneficentes para ajudar em Porto Alegre
28 de junho de 2016

Criatividade não é só dom – conheça o método para gerar ideias

Criatividade: palavra intrigante para as Relações Públicas, já que por vezes ficamos na dúvida se é uma área na qual devemos nos envolver ou não. A cultura criada de que a geração de ideias seria uma função dos profissionais “criativos”, onde não nos incluíamos, fez com que os nossos colegas publicitários desenvolvessem essa prática com muito mais naturalidade, assumindo a responsabilidade de compor as ideias de uma campanha (e também o mérito pelas bem sucedidas).

Ideia

Conforme vamos aprendendo a nossa função como Relações Públicas, entendemos que não importa se somos RPs, jornalistas ou publicitários: como profissionais da Comunicação, precisamos respirar criatividade e transpirar ideias. Muitas pessoas pensam que a criatividade é quase um dom, ou você nasce com ela ou depende daqueles que à carregam, mas não é bem por aí – trata-se de um exercício que exige prática.

Sabemos, porém, que nem sempre temos tempo para exercitar a criatividade que vive em algum lugar em nós. Quando temos que propor campanhas ou ações para um cliente, então, nem se fala – não dá para tirar coelho da cartola o tempo inteiro. Nesse mundo acelerado, não temos tempo suficiente para testar uma ideia e esperar que o resultado dela seja positivo – precisamos ser certeiros no que propomos.

A DZ Studio conhece essa realidade na pele e sabe que o maior problema de equipes criativas às vezes nem é a falta das ideias em si, mas sim a desorganização desse processo criativo. Foi pensando nisso que o Gustavo Mini e o Zé Pedro Paz desenvolveram uma metodologia Smart/Simple para criar um processo para a geração de ideias – um método prático, que define em si próprio se a ideia é de fato sustentável, aplicável, inteligente e simples.

processo-criativo

processo-criativo

A prioridade do JAM é a simplicidade. É um método prático e visual para organizar ideias para projetos de comunicação em, no máximo, 1 hora. O método nasceu através de uma necessidade interna da DZ Studio, que o testou por um ano em seus projetos antes de resolver compartilhar com o mundo. Segundo Gustavo Mini, eles resolveram disponibilizar a ferramenta por dois motivos: para obter feedback de outras pessoas e poder aprimorá-la e, também, porque o método foi tão últil para a DZ que eles suspeitavam que seria útil para outras pessoas também.

JAM-board

JAM-board

E, de fato, foi. Nós já testamos o JAM e viramos fãs desse método. O board ajuda na contrução da visão geral do projeto, colocando em “caixinhas” o que é prioridade e necessidade, para guiar a geração das ideias e organizar a execução de cada uma. É uma forma de organizar a apresentação das ideias propostas de forma consistente, o que nos faz ter mais segurança ao levar as propostas para o cliente.  

Gustavo-Mini

Gustavo-Mini

Para falar sobre a sua metodologia, Gustavo Mini vai ministrar o workshop JAM – O Processo Criativo Smart Simple, no 2º dia de RP Week. Iniciando com conceitos sobre criatividade até então utilizados apenas no mundo da Publicidade, Gustavo Mini vai falar sobre processos criativos e nos mostrar, na prática, como o JAM funciona.

 

Redação TMPRP
Redação TMPRP
Acompanhe:
Criatividade não é só dom – conheça o método para gerar ideias

Comentários

10061