Domínio Emocional: A diferença na hora de se destacar

Relações Públicas na essência de uma causa transformadora
17 de agosto de 2016
Snapchat: uma revolução semiótica.
5 de setembro de 2016

Domínio Emocional: A diferença na hora de se destacar

domínio emocional - Thiago Braz

Thiago Braz (foto em destaque) junto com Renaud Lavillenie protagonizaram uma das disputas mais acirradas dos Jogos Olímpicos Rio2016, na final do salto com vara. O brasileiro conquistou uma inédita medalha de ouro, deixando o francês recordista mundial com o segundo lugar. Mas neste caso qual seria o  provável diferencial? Melhor técnica? Apoio da torcida?

“Pesquisas comprovam que entre pessoas de mesmo nível técnico, a que tem melhor desempenho é aquela que apresenta o maior domínio emocional. Isso pode ser observado, por exemplo, em atletas de alta performance. (Goleman, 2013).”

Esta informação de Daniel Goleman já bastou para me despertar um grande interesse pelo curso de Domínio Emocional. Promovido pela SOAP (Consultoria de comunicação especializada em soluções para apresentações corporativas), o curso foi tão proveitoso que, com a autorização da equipe e da Coach Tatiana Vial, resolvi compartilhar aqui no Blog Relações o que aprendi nesta valiosa edição aberta.

Como são muitos detalhes interessantes, o conteúdo será dividido em uma série de três postagens:

  •  I Parte: A diferença na hora de se destacar;
  •  II Parte: Preparo Técnico e Audiência;
  •  III Parte: Linguagem Emocional e Expressão Facial.

domínio emocional - Thiago Braz

Para nós comunicadores, o Domínio Emocional é importante?

Pode ter sido esta a sua primeira pergunta ao iniciar a leitura deste post, pois bem, a resposta é simples; É FUNDAMENTAL. Justifico com a seguinte informação:

O medo de falar em público é hoje um dos maiores medos da humanidade. Uma pesquisa realizada por mídia leiga com 3 mil americanos constatou que 41% possui medo de falar em público, este tão terrível medo pode ser desencadeado por alguns fatores como a possível sensação de não pertencimento ao grupo e o medo do julgamento da audiência.

Quando falamos em Domínio Emocional, falamos sobre a consciência em relação ao nosso estado interno ou emocional. A palavra “Emoção” vem do verbo “Emovere”; “Por em movimento”. Nossas emoções então, nos colocam em movimento.

PENSAMENTO > EMOÇÃO > COMPORTAMENTO > RESULTADO.

O 1º grande passo para o Domínio Emocional é reconhecer o que estamos sentindo, e também dar nome a este sentimento, (raiva, medo, repugnância, surpresa, tristeza ou alegria). Quando você reconhece a sua emoção, é um grande passo para superá-la.

E claro, as próximas dicas de PREPARO TÉCNICO são de fundamental importância.

Como colocar em prática: preparo técnico.

Iniciando a preparação de sua apresentação. A sua apresentação deve ser dividida em simples três atos:

  • Ato 1 – Despertar a atenção da audiência (Ex.: Pergunta retórica, cases, jogar um problema…);
  • Ato 2 – Detalhamento do conteúdo (Entendimento);
  • Ato 3 – Fechar na direção do conteúdo (Resumo da apresentação).

Para ter inspirar –  Trecho do filme “O discurso do Rei”. Mostrando a importância de um bom Preparo Técnico.

Você deve ser o EXPERT da sua apresentação, para isso precisa treinar e simular quantas vezes forem necessárias até que se sinta seguro.

E para finalizar este primeiro post da série Domínio Emocional, convido vocês a ouvirem o rápido áudio de 1min. e 30seg. salvo pela caixa preta do A320 antes do pouso forçado no Rio Hudson em 2009, alguns simplesmente dirão que é frieza, mas isso que o piloto Billy Martins fez, é por em prática o Domínio Emocional. O que você faria no lugar dele?

Créditos: Conteúdo extraído a partir do curso de Dominio Emocional realizado pela SOAP, proferido pelaCoach Tatiana Vial. Cursos e outros conteúdos gratuitos excelentes para aprimorar a sua apresentação estão disponíveis no site: www.soap.com.br

Fabio Polisel
Fabio Polisel
Relações Públicas pela Universidade Metodista e Pós-Graduado em Marketing pela FGV. Após um período de 5 anos na Gerência de Comunicação da Metodista, migrei para área pública em 2009. É na Prefeitura de São Bernardo do Campo onde continuo aprendendo sobre o universo público e em como implementar as relações públicas nesta área. Sou empreendedor na área de eventos e também vivencio as funções de cerimonialista e mestre de cerimônias.
Acompanhe:
Domínio Emocional: A diferença na hora de se destacar

Comentários

10807