Aprendendo com os erros a ser um empreendedor

Empreender em RP: é para você?
24 de outubro de 2016
Inovando na comunicação interna – conheça a Startup DoohNow
26 de outubro de 2016

Aprendendo com os erros a ser um empreendedor

Todos os dias aparecem na minha timeline ao menos 5 “ofertas” de conteúdo que prometem me ensinar a fazer alguma coisa de um jeito novo e com um resultado espetacular. Volta e meio me deparo com gente querendo me ensinar a ganhar 1 milhão de reais, sem nunca ter ganho 1 milhão de reais. Mas eu confesso a vocês que eu gosto de surfar as ondas e, aprendendo com os erros, resolvi entrar nessa!

Porém não vou cometer o mesmo deslize de muitos e vou falar algo sobre o qual me considero um especialista: ERRAR.

Isso mesmo, eu tenho uma verdadeira coleção de erros e fracassos para compartilhar com vocês.

Falo com propriedade pois hoje eu sou sócio de um bar que faz sucesso há 3 anos e chama atenção da mídia do Brasil inteiro, mas pouca gente sabe que eu quebrei 3 bares (2002/2006/2012).

Eu poderia ter facilmente desistido, afinal de contas foram três experiências que aos olhos das pessoas deram errado, porém (mesmo sem saber) eu estava aprendendo o modo certo de gerenciar este tipo de negócio.

Evidentemente que existem outros fatores que são decisivos no sucesso do Valen Bar, mas com certeza a minha melhor contribuição é a experiência de saber onde estão grande parte das armadilhas deste ramo.

Entre os erros que cometi, quero destacar 3:

Viver na bolha do seu próprio negócio.

Este é um erro muito comum, principalmente entre os empreendedores jovens. Por muito tempo achei que o que as pessoas queriam era exatamente aquilo que eu queria.

Tolo engano já que sou apenas um grão de areia perto do Mercado consumidor do meu próprio negócio.

Além disso ouvi demais apenas os meus amigos e pessoas mais próximas, não enxergando muitas vezes o todo do mercado que estava inserido.

Uma ótima solução para esse tipo de erro é participar de associação, confrarias e eventos do seu segmento.

Não respeitar o tempo de maturação.

Todo negócio (seja produto ou serviço) precisa de um tempo para maturar. Nessa fase você precisa estar muito atento a reação das pessoas e do próprio Mercado quanto o seu negócio.

Se estiver tudo indo muito bem, cuidado para não ficar cego e deixar de enxergar vulnerabilidades (elas sempre existem).

Se tudo estiver indo mal, cuidado para não entrar em parafuso e achar que seu negócio é ruim.

A construção é demorada, longa e em um timing bem diferente do que a gente imagina.

Ah, e não esqueça que para passar por todo tempo de maturação necessário, além de paciência, é preciso um bom planejamento.

Saiba porque você faz as coisas. 

Certa vez ouvi uma frase “quem não tem estratégia faz qualquer negócio”. Maior verdade. Eu por muito tempo sabia o que eu queria mas não sabia porque fazia.

Isso consumiu muito tempo da minha vida, me fez colocar energia em coisas que não faziam sentido, mas como eu poderia saber?

Ter um plano (prefiro falar plano do que planejamento para não assustar) é fundamental para que as ações do dia a dia te levem para um resultado maior.

Não precisa ser nenhum especialista para colocar em um papel os seus objetivos.

Logo depois é só olhar para eles sempre que for fazer algo e se perguntar se faz realmente sentido fazer aquilo!

Aprenda a errar e você vai ser eternamente grato às suas mancadas quando as coisas começarem a dar certo!

Guilherme Alf
Guilherme Alf
Guilherme Alf é Relações Públicas empreendedor. Criador da Todo Mundo Precisa de um RP é também sócio do ValenBar 18+ e da Publibrand. Palestrante exclusivo da Insperiência.
Acompanhe:
Aprendendo com os erros a ser um empreendedor

Comentários

11261