Inspiração empreendedora: conheça essa história e invista nas suas ideias!

5 estratégias de RP pelo mundo
18 de outubro de 2016
Uma profissional do século XX na comunicação 3.0
21 de outubro de 2016

Inspiração empreendedora: conheça essa história e invista nas suas ideias!

Outubro é o mês do empreendedorismo aqui no Blog RP e, se estamos tocando no assunto com tanta frequência por aqui, é porque queremos que você descubra se esse caminho é para você. Hoje, trouxemos mais uma super inspiração empreendedora.

Relações Públicas abrange tantas coisas, quem sabe você não se inspira e começa o seu próprio negócio?

E, para trazer mais um exemplo de RP que investiu na sua ideia, conversamos com a Tháfila Rodrigues. Não conhece ela ainda? Calma, é por pouco tempo!

A Tháfila é fundadora da Xadrez Estratégias, empresa que trabalha para gerar resultados de negócio para clientes através da comunicação estratégica – orientada por dados, criatividade e metodologia.

Sua história já é especial pelo formato e abordagem da empresa, mas fica mais interessante ainda quando descobrimos que a Tháfila tem apenas 22 anos!

Sim, 22 anos, graduada em Relações Públicas com um pós-graduação em andamento e já é uma empreendedora de sucesso em Caxias do Sul – e a Xadrez não foi sua primeira experiência com empreendedorismo.

Conversamos com a Tháfila para conhecer mais sobre a sua história, entender os desafios de ter seu próprio negócio e pedir umas dicas. Acompanhe abaixo a entrevista que ela nos concedeu.

Blog RP: Você é jovem e claramente decidida quanto os seus objetivos, mas nos conte um pouquinho: por que decidiu cursar RP?

Tháfila: Desde pequena sempre gostei muito de articular bons momentos entre meus amigos e família. Quando morava em Florianópolis, tinha 8 anos, comecei a ficar responsável pelo luau da turma, aniversários, encontros na piscina e etc.

Quando perguntei para minha mãe se isso era profissão ela disse que sim, mas que podia fazer muito mais que isso, podia ser Relações Públicas. Ela já conhecia a área pois já havia cursado, mas me deixou curiosa sobre os outras atribuições da profissão.

Quando vim morar em Caxias do Sul, entrei na escola, logo montei uma chapa para o Grêmio Estudantil e estava sempre envolvida nas atividades, tanto da turma quanto da escola.

Foi, então, na oitava série, que fui pesquisar sobre o tema e descobri tudo que um RP pode fazer.

Pronto, estava decidido em 2007 o que eu queria fazer para o resto da minha vida.

Percebi que eu era muito boa em articular esses relacionamentos e deixar com que eles acontecessem nos melhores momentos e com as pessoas certas.

Blog RP: Você sempre quis ter seu próprio negócio ou RP te ajudou a nutrir a ideia de empreender e a abrir possibilidades para isso?

Tháfila: Sempre quis, desde pequena observando meu avô (que há muito empreende), percebi que eu poderia sempre fazer o meu melhor se coubesse a mim a decisão final.

Além disso, sempre quis ter vários negócios e com as mais diferentes pessoas. Adoro experiências e pessoas novas!

Blog RP: Sei que a Xadrez não é sua primeira experiência como empreendedora, você já foi dona de outras duas empresas. Nos conte um pouquinho sobre o seguimento desses outros dois negócios, eles também eram na área da Comunicação?

Tháfila: Já participei e fundei outros dois negócios: uma agência de comunicação integrada e uma produtora de eventos.

O primeiro negócio foi a produtora, que surgiu de uma ideia antiga que tinha com um amigo: nós íamos à festas e eventos com frequência, e notamos que o evento até passava a mensagem mas não era uma experiência para quem estava ali.

As temáticas do evento não eram tão exploradas como poderiam ser. Então, resolvemos fazer jus à ideia e uma das festas foi a “Sonha, Alice!”: tem um vídeo aqui.

Atuamos em Caxias e Porto Alegre, fiquei no negócio por um ano e meio, depois sai e a produtora continuou por mais um ano, hoje está inativa.

Já a agência de comunicação integrada, fundei com outros 4 amigos (dois publicitários e duas jornalistas), tocamos o negócios por alguns meses e depois cada um elencou outras prioridades e naturalmente o negócio se desfez.

A partir do fim da agência é que surgiu a ideia da Xadrez.

Blog RP: Quais dificuldades que tu enfrentaste como empreendedora mais te desafiaram? Como essas dificuldades te fizeram crescer e amadurecer a Xadrez?

Tháfila: Aqui, poderíamos falar por dias!

Mas, vou destacar algumas das grandes lições que já tive até agora:
1. Seja melhor amigo do contrato, ou do seu advogado.

Independente de ser seu melhor amigo, sua colega da faculdade ou até mesmo seu parente: faça contrato de trabalho, assine termos de confidencialidades… Proteja-se. Pois na hora de tirarem o que você construiu, não importa o quanto elx ‘’gosta’’ de você, tem gente que o cifrão fala mais alto.

2. “Run, forest!

É preciso ser uma águia com as novidades, lançamentos, cursos e conteúdo. Construa seu canal de referências, procure fora do Brasil e use a melhor ferramenta que já inventaram: GOOGLE! É muito fácil ficar para trás, não corra esse risco.

3. Tome (mais) café

Descobri que quando somos empreendedores o resultado do nosso negócio depende, única e exclusivamente, de nós. Então, o ‘vamos tomar um café?’, é uma das ferramentas mais efetivas e eficazes que conheci até agora. A oportunidade de você mostrar o que pode fazer pela outra pessoa e como você vai fazer isso é decisivo para cada passo do seu futuro. – Aliás, só estou falando aqui no Blog RP por causa de um café. #ficaadica.

4. Arrisque

Conheci inúmeros empresários que procuravam o meu negócio para vender mais, melhorar os resultados ou até mesmo engajar mais a equipe. Mas não queriam arriscar, fazer diferente e de fato acreditar naquilo que estavam se propondo. Resultado? Nada vai mudar! Se você quer inovar com cabeça de século XX, já pare por aqui e espere o tempo fechar a sua porta. A Xadrez é o resultado de um risco (papo para outro post)!

5. Saiba trabalhar em equipe

Nenhum empreendedor chegou ou chegará a algum lugar sozinho. E fazer esse trabalho funcionar é o mais difícil. No começo você acha que vai ser fácil, ou porque você já tem uma relação com as pessoas que estão com você ou porque você sempre se deu bem com trabalhos em equipe… But, believe me, trabalhar em equipe exige paciência e um treino eterno para você tirar o melhor de cada pessoa sempre.

7. Seja mais líder e menos “espero na minha mesa até às 18h, ok?”

Pode ser clichê, mas o resultado da sua dedicação para o desenvolvimento de liderança será o resultado de uma equipe engajada, com propósitos semelhantes aos seus e claro, o sucesso do seu negócio. Minha equipe é a peça principal do xeque-mate que fazemos diariamente! Evoluímos e construímos juntos todos os dias, conto com eles para tudo sempre. E o melhor: confio neles de olhos fechados.

8. E, por fim, mas não menos importante:

Escolha as pessoas certas para estar ao seu lado: todas as outras lições podem ser resumidas nesse ponto. Em quem você vai confiar, com quem você vai dividir suas ideias, técnicas e contatos… Escolha bem essas pessoas. Acredite, você vai me agradecer depois que priorizar essa seleção. 😉

Blog RP: Para os RPs que tem vontade de abrir seu próprio negócio, na área de comunicação ou não, que dicas você deixa? O que é necessário saber para se preparar para empreender?

Tháfila: Escolha um bom sócio! E aqui, não estou falando do seu melhor amigo (a), namorado (a), mãe e vizinho. Independente do vínculo entre vocês, saiba que essa pessoa vai ser o seu equilíbrio em todos os momentos que você vai querer desistir, vai ser a luz para o problema que você não consegue resolver e saberá lidar com as decisões da empresa com foco, realmente, no negócio.

Se você tem um bom, profissional e sincero sócio o resto vocês alcançam juntos.

E, especialmente para os RPs: entendam que somos mais que profissionais bons de executar boas ideias. Nós precisamos estar mais ligados ao mundo da gestão!

Não somos preparados, ensinados e muito menos avisados que somos extremamente estratégicos para cargos como esses. Procurem sair do limbo comum da nossa área e de fato usar a palavra estratégia, que todos tanto gostam, da maneira certa.

Blog RP: Você que RP tem tudo a ver com empreendedorismo? Por quê?

Tháfila: Muito mais do que tudo a ver! Acredito que faz parte pois, para provocar e marcar pessoas, nós precisamos empreender nas ideias, ações e processos que fazemos parte.

Empreendedorismo não é só abrir um negócio! Pode e deve ser feito no lugar onde você trabalha, em casa e até mesmo na Universidade. Somos profissionais que lidam com o sentimento, razão e ação das pessoas.

Precisamos empreender no sentido de fazer com que essas provocações funcionem cirurgicamente para o nosso objetivo ser alcançado.

Blog RP: Sei que você está fazendo um curso de pós-graduação. Qual é o curso e porquê você o escolheu?

Tháfila: Faço Marketing Estratégico e Negócios, e escolhi primeiramente pois precisava de uma visão mais macro, principalmente sobre Marketing e claro, negócios.

As ferramentas que utilizava até então eram frutos de cursos e claro, da graduação, mas percebi que estavam insuficientes para o que eu estava me propondo.

Então, descobri que esse curso une estratégia, marketing e negócios de uma forma incomparável! E, para constar: sem dúvida, um dos melhores investimentos que já fiz em mim mesma.

Blog RP: Nos conte um pouco sobre a Xadrez, os tipos de serviço oferecido pela empresa, qual o seu propósito e como é ser dona de uma empresa aos 22 anos!

Tháfila: A Xadrez completou dois anos há pouco e parece que já vivemos história para dez. (risos)

Nós somos uma empresa de Estratégia de Comunicação e tem como propósito ajudar empresas e profissionais a virar o jogo!

Não queremos somente resolver o problema, precisamos mostrar os caminhos para nossos clientes, como adaptar o discurso para cada público e construir um posicionamento sólido para que a consequência seja potencialização de resultados (aqui falamos de números, ok?) e reputação, claro.

Oferecemos serviços como: consultoria em comunicação, gestão de comunicação, análise de reputação digital e um dos nossos preferidos, o ‘tabuleiro open’: cursos, workshops, treinamentos, dinâmicas e jogos organizacionais. Confiram mais aqui!

Ter uma empresa aos 22 anos é bastante responsabilidade. Quando as pessoas descobrem a minha idade ficam surpresas, mas ao mesmo tempo sobem o nível de exigência.

Diria que ter a Xadrez é uma das provas maiores que tentar dá certo! Não sabia se esse seria um negócio que iria durar. Nasceu diferente dos outros, mas quem tem o empreendedorismo na alma encara como mais uma etapa para aprender algo novo, mas o tabuleiro veio para ficar.

Me surpreende, e mais que diariamente: eu diria que a cada turno tenho novas surpresas! É sensacional!

E aí, gostou do nosso bate-papo com a Tháfila? Dicas preciosas, não é? Nos conte nos comentários o que você achou e siga acompanhando o blog, logo tem mais post da Tháfila por aqui.

Inspiração empreendedora: conheça essa história e invista nas suas ideias!

Comentários

11237