RP Internacional: a visão de Kara Alaimo sobre Global PR

A origem e importância das personas
10 de outubro de 2016
O lado B do empreendedorismo
11 de outubro de 2016

RP Internacional: a visão de Kara Alaimo sobre Global PR

Kara Alaimo é a RP do mês que você precisa conhecer. Consultora em global PR, com PhD em Ciências Políticas, ela é professora de RP na The Lawrence Herbert School of Communications, na Hofstra University, em Long Island, EUA.

Kara já trabalhou como comunicadora e secretária de imprensa na administração do Presidente Barack Obama, foi coordenadora e head de comunicação das Nações Unidas e, hoje, presta consultoria em campanhas internacionais de comunicação.

Além disso, desenvolve projetos personalizados para programas de treinamento de funcionários para empresas, com foco na adaptação de mensagens e estratégias para diferentes mercados globais.

Alaimo é doutora e mestre em Filosofia, possui mestrado em Artes e é bacharela em Jornalismo e Artes – tudo pela New York University.

Tivemos o privilégio de conversar com ela, que respondeu algumas perguntas sobre carreira e sua visão sobre Relações Públicas em um contexto global.

Blog RP: Como você descobriu que Relações Públicas era a profissão certa para você?

Alaimo: Eu queria aprender sobre o mundo e fazer a diferença, e trabalhar nessa área me proporcionou oportunidades extraordinárias para fazer isso.

Fosse defendendo uma causa para acabar com a pobreza nas Nações Unidas ou realizando campanha para arrecadação de fundos para o World Bank enquanto trabalhava no gabinete do Presidente Obama, minha carreira em Relações Públicas me levou para seis continentes e permitiu meu envolvimento em questões pelas quais sou apaixonada.

Amo também as oportunidades que uma carreira em RP nos dá para sermos criativos, experimentar novas ideias e fazer coisas diferentes todos os dias.

Blog RP: Como você começou a trabalhar com RP à nível global? Foi um plano de carreira ou um caminho natural pelo qual você seguiu?

Alaimo: Eu passei os primeiros cinco anos da minha carreira trabalhando como porta-voz para a Cidade de Nova York durante a administração do prefeito Michael Bloomberg.

Atuando neste cargo eu promovia a cidade em âmbito internacional, visando o desenvolvimento econômico local. Foi quando meu interesso por Global PR surgiu pela primeira vez.

Como resultado, fui movida às Nações Unidas para trabalhar como RP para as Metas de Desenvolvimento do Milênio – o último plano mundial para erradicar a pobreza à nível global e alcançar o desenvolvimento sustentável.

Blog RP: Seu trabalho é bastante relacionado ao governo e política. O que você acha que muda em práticas globais de Relações Públicas quando você trabalha com empresas? Ou seja, trabalhando com uma perspectiva social e com uma perspectiva comercial?

Alaimo: Eu acredito, e espero, que a linha entre RP pro-social e RP comercial seja bastante tênue, conforme empresas passam a perceber que é necessário praticar responsabilidade social corporativa a fim de serem bem sucedidas.

No entanto, descobri que a grande diferença hoje é que temos muito menos recursos quando trabalhamos para o governo, portanto é necessário ser bem mais criativo e estratégico.

Além disso, pode ser mais difícil medir o nível de sucesso, pois não existem números de venda e mudanças políticas normalmente levam anos para serem visíveis. O progresso que se faz ao mudar atitudes pode ser difícil de quantificar.

Blog RP: E para aqueles que desejam trabalhar com RP em âmbito global, que dicas você deixa?

Alaimo: Vou deixar 3 dicas:

  1. Aprenda sobre as importantes diferenças sobre como pessoas se comunicam em diversas culturas. Não presuma que o que funciona bem em um mercado específico será necessariamente traduzido de forma positiva em outros países e contextos.
  2. Não aprenda apenas sobre Global PR. Aprenda também sobre o setor, assunto ou área pelo qual você se interessa. Você precisa ser um especialista no assunto para realmente entender como engajar stakeholders e comunicar de forma eficaz.
  3. Permaneça na linha de frente sobre o assunto através da leitura e aproveitando oportunidades para desenvolvimento profissional, como treinamentos e conferências, além da interação com outros profissionais.

Kara Alaimo também é autora do livro Pitch, Tweet or Engage on the Street: How to Practice Global Public Relations and Strategic Communication (Pitch, Tweet e Engaje pelas Ruas: Como praticar Relações Públicas e Comunicação Estratégica em âmbito Global – tradução nossa), que ainda não foi traduzido para português mas que podemos dizer que vale a leitura de cada página.

Aproveite a oportunidade inédita de conversar com Kara Alaimo aqui no Brasil no hangout exclusivo sobre Global PR que vai ocorrer no dia 25 de outubro, às 20h. Basta se inscrever aqui – e vale lembrar que o hangout será em inglês. 

Tradução e edição: Luana Leão

Ariane Feijó
Ariane Feijó
Trabalha com Relações Públicas e Marketing Digital há mais de 15 anos tendo passado por grandes multinacionais como Dell (Brasil), KPMG e Lloyds TSB (Inglaterra) e trabalhado com países como Estados Unidos, Alemanha, França, Espanha, Rússia e Índia. É sócia do coletivo Todo Mundo Precisa de um RP e idealizadora do Inbound PR, metodologia que desenvolveu para combinar inbound marketing com RP e aplica em empresas de diversos portes.
Acompanhe:
RP Internacional: a visão de Kara Alaimo sobre Global PR

Comentários

11170