7 aprendizados de Cannes Lions que vão mudar a sua carreira

Afinal, o que é PR em Cannes Lions?
27 de junho de 2017
7 pessoas inspiradoras que você vai conhecer na RP Talk 2017
27 de junho de 2017

7 aprendizados de Cannes Lions que vão mudar a sua carreira

O Festival de Criatividade Cannes Lions acabou, mas não aqui para o Blog RP.  Não poderíamos deixar de fazer um apanhado geral do evento aqui e compartilhar a nossa impressão sobre ele.

1. Estar em Cannes Lions é estar no centro do mercado de comunicação global.

A primeira delas é: todo profissional da nossa área deveria ir a Cannes pelo menos uma vez nada vida. E aqui não falamos sobre submeter cases para concorrer aos Leões, mas sim para ter a oportunidade de vivenciar a diversidade e a globalização da comunicação.

Ver na prática como grandes ideias criativas tomam forma através da sincronização de conhecimento de diferentes áreas, amplia nosso campo para além de uma caixinha fechada.

2. Não enrole nem perca tempo: vá onde o networking dos seus sonhos está.

Networking, essa palavra nunca fez tanto sentido para nós quanto nos últimos tempos. Relações Públicas não se faz atrás de uma mesa de escritório.

Construção de relacionamentos passa pela doação de tempo para ouvir o que outro fala e permitir uma troca justa. Afinal, uma mesma moeda nunca pode ter dois pesos para que um relacionamento seja duradouro. E em Cannes é isso que acontece, você está há alguns passos dos maiores nomes do universo da comunicação e de grandes empresas, estar aberto para conhecer pessoas e aprender com elas é o primeiro deles.

Você leu nosso texto sobre a entrevista com o Paul Holmes? Ele é um bom exemplo.

3. Precisamos nos aproximar mais  dos nossos irmãos jornalistas. E rápido.

A cobertura de um evento se faz no calor do momento, mas como tudo na vida, é preciso estar preparado. Estar em uma sala de imprensa como a de Cannes é uma aula em tempo real de como conseguir uma boa pauta, de controle de ânimos, de timing, de produção jornalística.

Aprendemos muito com jornalistas do mundo e ser RP imersas num mundo essencialmente de jornalistas, reforçou a nossa crença de que jornalismo e relações públicas são duas áreas convergentes e não excludentes. O trabalho coletivo amplia as nossas possibilidades.

4. Pense no all-line: a comunicação não é mais on e/ou off.

Outro ponto importante, principalmente para quem está chegando agora ao mercado, ações offline continuam sendo fundamentais para uma experiência de marca. As ativações de marcas aqui trouxeram uma atmosfera única para o evento.

Para quem quiser aprender mais sobre como promover uma experiência incrível em eventos, não deixe de participar do Workshop Brand & Consumer Experience, na RP Week, com a galera da Aktuellmix, uma das maiores agência de live marketing do Brasil e premiada em Cannes pela primeira vez este ano).

Atente para o fato de que realizar uma ação offline não significa dispensar o uso de tecnologias para torná-las diferenciadas, mas sim  tornar um momento presente dentro de um contexto (evento) uma experiência única para a audiência que está ali presente.

Roda Gigante do Snapchat na entrada principal do Festival de Criatividade de Cannes

5. A comunicação imita a arte.

Comunicação e arte tem tudo a ver e você precisa entender isso de uma vez por todas. A arte é uma das maiores inspirações para a comunicação desde sempre. Vimos ativações incríveis de arte inspirando ações que saíram do offline e ganharam grande repercussão no digital. Buscar conhecimento, cultura e beber de outras fontes é obrigatório para qualquer profissional que trabalha com comunicação.

Interação artística na tenda do veículo PR Week.

 

6. Seu próximo emprego pode estar bem longe de uma agência de RP, mas em uma grande consultoria.

As grandes consultorias chegaram para ficar. Três das maiores empresas de consultoria do mundo apoiaram o evento, Accenture, PWC e Delloite. Quando nomes como estes passam a apoiar um evento tradicional de comunicação indica que os rumos do mercado estão mudando. Precisamos estar atentos ao modelo de negócios que as agências de comunicação precisarão adotar para se manter competitivas, principalmente para conquistar grandes contas.

 

7. Criatividade e Resultados são sinônimos das RP contemporâneas.

Por fim, criatividade com resultados é o que importa. Foi-se o tempo em que comunicação e, em especial relações públicas, era área com resultados complexos de serem mensurados. Comunicação precisa sim, gerar impacto positivo nos resultados de negócios das empresas para que faça sentido e seja sustentável, caso contrário, é despesa.

 

 

Fabiane Klafke
Fabiane Klafke
Relações Públicas apaixonada pela profissão. É Diretora e co-fundadora da RP School.
Acompanhe:
7 aprendizados de Cannes Lions que vão mudar a sua carreira

Comentários

12018