Gabriel Araújo: “o raciocínio de RP precisa começar na criatividade”.

Karen-van-bergen-PR
Karen Van Bergen: “o mundo precisa saber o que é um bom RP”
22 de junho de 2017
Paul Holmes: “o futuro pertence às relações públicas”
22 de junho de 2017

Gabriel Araújo: “o raciocínio de RP precisa começar na criatividade”.

blog RP Festival de Criatividade de Cannes Lions

Gabriel Araújo já é “de casa” para a Todo Mundo RP. Foi palestrante na RP Week quando fazia pouco mais de 1 ano que havia migrado de uma agência de publicidade para uma agência de RP – a Ketchum.

Quase 4 anos depois, ele foi o jurado brasileiro em Cannes pela primeira vez e na categoria PR  Lions. Nesta entrevista, contou para nós com exclusividade como foi essa experiência. Confira!

Gabriel Araújo PR Lions

Jurados de PR Lions em Cannes.

Blog RP: Como foi fazer parte do time de jurados de PR Lions?

Gabriel Araújo: Cannes tem uma proporção que eu nunca tinha vivenciado dentro de um júri. Já julguei outros festivais, mas a proporção de Cannes é gigantesca. A exigência é muito grande, pois mais do que julgar os cases os jurados tentam entender qual a próxima tendência que será trazida pelo festival.

Blog RP: Dos cases semi finalistas, quais foram as estrelas entre os jurados?

Gabriel Araújo: Foram muitas estrelas, afinal eram mais de 2200 estórias contadas – e terminamos o júri as 3 da manhã, um dia antes da coletiva de imprensa que anunciou os vencedores. O grande destaque foi o Fearless Girl, a maior conversa de PR da história da mídia. Nunca vi uma coisa tão grande quanto foi este case – e continnua a ser. A estátua virou um ponto turístico em Nova Iorque. A questão aqui é que foi um case super importante para o momento, no sentido do empoderamento feminino, uma garota encarando o mercado financeiro global é um recado muito forte.

Blog RP: Quanto ao engajamento, nas campanhas de RP esse quesito foi determinante para ganhar um Leão. Qual a sua visão sobre isso?

Gabriel Araújo: A gente buscou prestigiar idéias que tiverem impacto na mídia espontânea. Mas é claro que não podia ter impacto só nisso, precisamos privilegiar a criatividade. Trabalho de PR é mais completo, mais integrado do que outras categorias, tem que usar diferentes canais…  Nao é so usar media relations e influenciadores: precisa de uma ideia com conceito forte para levar para outras plataformas. Analisando os cases de PR temos uma noção de que o próprio profissional desta área tem que evoluir. Todas as agencias trazem atualmente o componente de conteúdo pra dentro de casa. E conteúdo é o DNA de RP. O que não é DNA de RP é ter criativos dentro da agência.

E aqui invariavelmente cito o meu exemplo. Nosso case Amazon Warriors é super poderoso neste sentido – criamos um produto para gerar conversa, para gerar engajamento.

Blog RP: Que dicas você deixa para quem sonha concorrer a um Leão de RP?

Gabriel Araújo: A  primeira coisa é partir de uma relação com as ideias  e então produzir o trabalho. O raciocínio precisa começar na criatividade.

Segundo, todos os profissionais da nossa área têm que viver Cannes pelo menos uma vez na vida. Entender o que é estar aqui e absorver o festival.

Essa vivência nos ajuda a ter mais critério. Não dá para achar que fez um trabalho bacana para o dia a dia e que este vai render Leão. Tem que ser um trabalho incrível. Mas não pode se agarrar à ideia como se fosse um filho. A gente sempre pode evoluir. Evolução tem que estar no dia a dia do RP. Para criar um trabalho incrível, o dia a dia também tem que ser incrível, não só para ganhar um trabalho em Cannes mas para ter ideias melhores. É um exercício. Todas as agências podem ganhar um Leão, mas precisam mudar um pouquinho a percepção sobre o que significa um bom trabalho, com impacto real, e como desenvolvê-lo.

Ariane Feijó
Ariane Feijó
Trabalha com Relações Públicas e Marketing Digital há mais de 15 anos tendo passado por grandes multinacionais como Dell (Brasil), KPMG e Lloyds TSB (Inglaterra) e trabalhado com países como Estados Unidos, Alemanha, França, Espanha, Rússia e Índia. É sócia do coletivo Todo Mundo Precisa de um RP e idealizadora do Inbound PR, metodologia que desenvolveu para combinar inbound marketing com RP e aplica em empresas de diversos portes.
Acompanhe:
Gabriel Araújo: “o raciocínio de RP precisa começar na criatividade”.

Comentários

11973