Você olha para a diversidade com empatia?

Visita à Mutato: criatividade e inovação norteiam ações de comunicação
15 de julho de 2017
Habilidades-que-transformam
Habilidades que Transformam – RP Talk #7
24 de julho de 2017

Você olha para a diversidade com empatia?

Quando decidimos dar o nome para a mesa redonda de diversidade, da RP Week 4, pensamos muito em como abordar esse tema. Primeiro porque todo mundo está tentando entender melhor. Tudo está cada vez mais diverso e queremos nos posicionar. Para que isso ajude a desenvolver um mundo melhor, negócios e relações melhores com nossos clientes e até mesmo com as nossas famílias.

Foi quando concluímos que falar de diversidade é falar sobre um exercício de empatia. E como tal, é um exercício coletivo, que não podemos fazer sozinhos com as nossas ideias e convicções. Se for assim, não é empatia.

Empatia é o exercício de se colocar no lugar do outro. Um exercício para o qual não somos convidados, mas sim convocados enquanto cidadãos e, principalmente, RP, enquanto profissionais de comunicação. Precisamos entender como a comunicação pode contribuir para a abordarmos a diversidade.

A diversidade é um exercício de olhar para fora, mas também para dentro. Por que às vezes tentamos nos posicionar sobre as coisas que vem do lado de fora, sobre as coisas que vem do outro, e na verdade há mudanças que acontecem dentro da gente mesmo, difíceis de entender…

Se conseguirmos olhar para as mudanças que nós próprios passamos, todos os dias, para as situações que nós próprios enfrentamos, fica muito mais fácil entender o outro. 

Diversidade não pode ser só uma palavra que está na mídia e que vai perder a força com o passar do tempo. Por exemplo, há algum tempo existia a sigla GLs e esta nomenclatura já caiu em desuso hoje, pois nos descobrimos cada vez mais múltiplos enquanto seres humanos, cada vez mais diversos. E isso é maravilhoso.

O que não é maravilhoso, é o que a nossa falta de empatia gera. E por isso a diversidade tem que ser fortalecida a todo o momento. Não podemos esquecer que o espaço onde falamos de diversidade que precisa existir todos os dias, em nível micro, nas nossas conversas, e em nível macro, nas nossas empresas.

 Temos que falar quando não sentimos empatia no outro. E falar com empatia, sem acusar, diminuir ou excluir.

E se nós RPs somos profissionais da empatia, temos uma enorme responsabilidade neste campo. Temos um mercado que é absolutamente diverso. Diverso de ideias, diverso de identidades sexuais, de opções sexuais, diverso de etnias. Diverso de uma série de diversidades. (quase uma inception da diversidade!)

Quero manter aqui no Blog o convite que fiz aos convidados na mesa redonda: para falarmos sobre diversidade de coração aberto. Foi uma honra para a RP Week promover esse encontro do mercado de comunicação e conversar sobre diversidade e empatia em um forum aberto, dentro de uma universidade.

Temos que tomar cuidado para falar de causas das quais não fazemos parte. Você já parou para pensar que quando alguém quer falar profissionalmente com propriedade sobre um assunto, fala “estou comentando isso com conhecimento de causa”?

Conhecimento de causa. Qual é a sua e como você pode olhar para aquela que não entende ou desvaloriza com mais empatia? Pense nisso.

A empatia é um caminho que nos leva à diversidade. E este é um caminho que nós, enquanto RPs, temos o dever de pavimentar.

Ariane Feijó
Ariane Feijó
Trabalha com Relações Públicas e Marketing Digital há mais de 15 anos tendo passado por grandes multinacionais como Dell (Brasil), KPMG e Lloyds TSB (Inglaterra) e trabalhado com países como Estados Unidos, Alemanha, França, Espanha, Rússia e Índia. É sócia do coletivo Todo Mundo Precisa de um RP e idealizadora do Inbound PR, metodologia que desenvolveu para combinar inbound marketing com RP e aplica em empresas de diversos portes.
Acompanhe:
Você olha para a diversidade com empatia?

Comentários

12282