Precisamos saber nos relacionar com os influenciadores digitais

Mulher como líder no mundo dos negócios: moda, empoderamento feminino e inclusão
1 de julho de 2019
A inteligência artificial e o futuro da comunicação
10 de julho de 2019

Precisamos saber nos relacionar com os influenciadores digitais

Hoje em dia todo mundo produz e compartilha conteúdo, não é mesmo? A velocidade das mudanças e as ferramentas digitais de interação colocam a comunicação em outro patamar. Os famosos influencers ganharam nossa atenção e, consequentemente, as marcas querem colocar seus discursos na voz de quem realmente tem gerado influência.

 

Mas será que os comunicadores estão preparados para lidar com os influenciadores digitais? Para falar sobre esse assunto, convidados o Leandro Gleria, Relações Públicas,com vasta experiência em comunicação e passagens pelas 3 principais cervejarias do Brasil – Ambev, Brasil Kirin e Heineken, atualmente é dono da Elo360.

 

Continue a leitura para saber tudo que o Leandro contou para a gente. Ah! E tem um detalhe: ele estará na RP Week este ano falando sobre influenciadores digitais e criação de conteúdo. Se eu fosse você clicava aqui agora já para garantir sua vaga.

 

Blog RP: Vemos um crescimento enorme de empresas/agências de assessoria de imprensa absorvendo áreas de relacionamento com influenciadores. Relacionamento com influenciadores e assessoria de imprensa andam juntos ou separados?

 

Leandro: Andam juntos e separados. Hoje é impossível você pensar em um lançamento de produto ou ação de marketing sem que ambos os públicos sejam impactados. Acho que as assessorias de imprensa podem e já oferecem um serviço de qualidade quando o assunto é ação com influenciadores, porém só conseguem isso ao buscarem profissionais que conheçam e estejam acostumados com esse público. 

 

Um erro frequente é acreditar que o simples fato de pagar as ferramentas disponíveis no mercado para mapeamento são o suficiente para trabalhar com esses influenciadores. E o cenário real está longe disso. O relacionamento com influenciadores deve ser pessoal, você precisa observar o perfil, ter o feeling, sempre apoiado em dados, para escolher os melhores nomes. Felizmente, esse é um asset do profissional de Relações Públicas.

 

Blog RP: Qual a importância da autenticidade no universo da criação de conteúdo com influenciadores?

 

Leandro: Diria que é o principal ponto para toda e qualquer campanha com influenciadores. As ações que transmitem verdade e que possuem um storytelling bem amarrado, são as que mais tem probabilidade de sucesso. Melhor do que isso – quando um influenciador se identifica com a marca a chance de entregar mais do que o contratado é muito grande.

 

Quanto mais autêntico o conteúdo for, quanto mais verdade transmitir, melhor! 

 

Um fator essencial para construir essas histórias com valor é se aproximar desse público com ações de Relações Públicas, construindo de fato uma relação duradoura e concreta, gerando proximidade entre marca e produtor de conteúdo.

 

Blog RP: Desde 2017, estamos acompanhando o crescimento do interesse do mercado nos microinfluenciadores. Para as empresas o que é mais interessante: fechar campanhas com grandes influenciadores ou explorar esse novo nicho com um engajamento muito maior?

 

Leandro: Depende muito do objetivo da empresa/campanha. Se bem trabalhados, ambos funcionam muito bem e podem se complementar.

Costumamos utilizar grandes influenciadores quando o objetivo principal do cliente é gerar awareness/conhecimento de marca, uma vez que o alcance e base impactada é maior. 

 

Porém, quando falamos de conversão de vendas e engajamento, normalmente, trabalhamos com influenciadores menores. Os fãs são mais próximos desses produtores de conteúdo, o que gera mais empatia e, consequentemente, maior identidade e poder de persuasão do influenciador.

 

Vale destacar que cada produto e cliente possui um perfil muito específico. Em alguns casos, esse raciocínio pode se inverter. Por isso, é muito importante conhecer o cliente, objetivos e perfil do público que a campanha quer impactar. Com essas informações em mãos, iniciamos o processo de mapeamento dos influenciadores, que exige o mesmo cuidado e atenção. 

 

Blog RP: Quais são as 3 coisas essenciais para se avaliar em um influenciador antes de fechar algum negócio com ele?

 

Leandro: O primeiro e mais importante é checar se o perfil do influenciador conversa com o público que o cliente que impactar. Feito isso, observar as informações básicas do influenciador – base de seguidores, engajamento, idade dos seguidores, de onde são, conversão de outros publiposts, sexo, etc.

 

Tão importante quanto é avaliar se o influenciador é profissional, cumpre prazos e entregas, interage com os fãs. Com isso, ainda cabe uma quarta dica:

 

É sempre importante observar o histórico do influenciador contratado. Entender se ele nunca falou mal do produto, se veiculou alguma opinião polêmica, relação com a concorrência, entre outros. Um único post pode derrubar toda a campanha. Temos alguns cases recentes que mostram o quanto esse tópico é importante.

 

Curtiu a entrevista com o Leandro? Então você não pode ficar de fora da RP Talk!! Acesso agora o site da RP Week 2019 e garanta seu ingresso!

Redação TMPRP
Redação TMPRP
Acompanhe:
Precisamos saber nos relacionar com os influenciadores digitais

Comentários

13089