Esmalte “Kiss me I’m Brazilian” causa revolta nas redes sociais

Série com agências: Caio Bamberg fala sobre o RP no atual cenário
24 de agosto de 2020
O Dilema das Redes: Análise do documentário da Netflix
21 de setembro de 2020

Esmalte “Kiss me I’m Brazilian” causa revolta nas redes sociais

O ano é 2020 e nós ainda temos que lutar contra marcas que sexualizam mulheres brasileiras. A marca norte-americana de esmaltes OPI resolveu lançar uma nova cor de esmalte chamada Kiss me I’m Brazilian, sexualizando e reforçando o esteriótipo que nós mulheres lutamos contra todos os dias há muitos anos.
Em poucas horas a polêmica entrou nas redes sociais e logo foi criada uma petição para que a empresa revise o nome da cor do produto. O abaixo assinado conta com mais de 10.500 assinaturas. Até o momento, a filial que opera no Brasil não se posicionou oficial nas redes sociais, mas confirmou que a cor em questão não está à venda no país. No instagram da marca, tanto no perfil dos EUA quanto no Brasil, diversas mulheres pedem o cancelamento da empresa por não respeitarem as mulheres brasileiras.
Chega ser um absurdo ter que ver uma marca reconhecida mundialmente, achar que seria uma boa ideia um ter um nome desse para uma cor de esmalte. Chega parecer um retrocesso de uma marca em tempos que buscamos cada vez mais o empoderamento feminino e um mundo mais igualitário. Aguardamos os próximos episódios e os posicionamentos da marca.

 

Amanda Takassiki
Amanda Takassiki
Acompanhe:
Esmalte “Kiss me I’m Brazilian” causa revolta nas redes sociais

Comentários

13258