Viral… blá-blá-blá, Whiskas sachê

[evento] RP Manaus promove o “Espaço Aberto”
15 de maio de 2014
Engajamento com público interno é tema de curso na Aberje
16 de maio de 2014

Viral… blá-blá-blá, Whiskas sachê

A obsessão por um “viral” está, a cada dia, maior. Quando ouço alguém falando “vamos fazer um viral”, na minha cabeça o resto da frase já vira “blá-blá-blá, Whiskas sachê”.

“Pessoas comuns conseguem espalhar boas e más informações sobre marcas mais rapidamente que as pessoas de marketing.” – Ray Johnson

É claro que o nosso objetivo como profissionais de comunicação é sempre fazermos o melhor para que nossa campanha se dissemine pelos quatro cantos e seja um sucesso, mas raramente um viral é previsível.

Um “bom” exemplo, que aconteceu duas semanas atrás, é o #somostodosmacacos. Foi planejado, teve um megainvestimento, quase uma superprodução “viralística”. Se o objetivo era viralizar, certamente o objetivo foi atingido. Mas o que os criativos/planners da campanha não sabiam é que o termo e a execução seriam tão criticados.

Quem faz o viral são pessoas comuns, por isso as marcas precisam tomar cuido ao levantar uma bandeira ou ter um posicionamento sem ter um plano de comunicação estruturado. O objetivo não pode ser o viral; o objetivo tem que estar dentro da comunicação da empresa; o viral é um elemento de transporte da mensagem definida no planejamento.

E antes que eu me esqueça, se, por exemplo, você tem 50 mil reais de verba para divulgação e alcançar aproximadamente 400 mil visualizações ou curtidas, isso se chama mídia, e não viral – cuidado com os termos utilizados para os clientes, não banalize o mercado.

Pra finalizar, já faz um tempinho, mas, na minha opinião, esse curta que a Vivo fez em 2011 é um bom exemplo de viral. Confira aí e me diga o que você acha desse negócio de viral todo.

 

Belle Silva
Belle Silva
Consultora de Planejamento Digital; fundadora e editora do blog A Bordo da Comunicação. Monitora de sala na ESPM nos cursos de Redes Sociais e Inovação Digital e Planejamento Digital. Co-organizadora da Arena Virtual na Feira do Empreendedor Recife 2010 e 2012, e também da versão Arena Digital Pocket em 2011. Escreve sobre Inovação e tecnologia no blog Relações e também é Head of Strategy & Business Development da Blending Visions.
Acompanhe:
Viral… blá-blá-blá, Whiskas sachê

Comentários

7935