Eleições CONFERP 2015: Votei sem saber em quem votei

Não mais habilitação, agora é bacharelado
24 de setembro de 2015
Outlook mais social com “likes” e menções
16 de outubro de 2015

Eleições CONFERP 2015: Votei sem saber em quem votei

É muito triste colocar um título como este em um post sobre a área de RP. Ontem, 14 de outubro, vivemos um dos momentos mais importantes para o futuro de nossa profissão: Eleições que definiram os dirigentes do CONFERP (federal) e dos CONRERPS para o triênio 2016~2018.

Eleição é coisa séria! É fundamental conhecer os candidatos (ou chapas, no nosso caso) e principalmente as propostas de cada uma delas. Novamente se repetiu em grande parte das regionais um processo onde apenas uma chapa concorreu.

Mais do que isso, fiquei com o sentimento de que votei sem saber em quem votei. Salvo a chapa 2 que concorreu na 4ª região (RS/SC), e da chapa que concorreu ao CONFERP, quase não vi movimentação das chapas para divulgar suas propostas, os integrantes e o que pretendem fazer para a gestão 2016~2018, e isso é muito triste também.

A relação “Chapas X Veículos”

Comecei a escrever este texto na noite do dia 13 (3f), quando resolvi buscar informações sobre as chamas que concorrem ao Conrerp 2 (SP/PR) e ao CONFERP. Quase não encontrei material apesar de conhecer alguns dos integrantes das chapas. Não vi em nenhum dos grandes blogs de Relações Públicas que temos, textos das chapas para divulgar suas propostas e integrantes (blog estes que, querendo ou não, são os melhores e mais relevantes veículos da área). De tudo o que pesquisei encontrei apenas um texto, de uma das integrantes da chapa 2 que concorreu ao CONRERP 4, cujo maior objetivo (como ela mesma diz) foi divulgar as funções de um conselho profissional. Nada de propostas. A Chapa única ao CONRERP 2 emplacou um texto (replicado de post feito na fanpage da chapa no FB) no site do Conrerp 2.

Públicos de interesse

É de amplo conhecimento a insatisfação que os profissionais tem com os Conselhos. Um dos principais motivos que escuto, responsável por esta insatisfação, é a falta de informações sobre o que é feito em cada regional e no conselho federal. Já escutei este tipo de reclamação inclusive de pessoas que hoje integram chapas que concorreram aos regionais e ao federal, sim. Pessoas estas que, mesmo se voluntariando para mudar a realidade do sistema, esqueceram de fazer a lição de casa. De entrar em contato com blogs, projetos, coletivos, fanpages e tornar suas propostas públicas. De fazer aquilo que todos nós reclamamos que ninguém faz: prestar contas.

Mais do que isso, podiam ter aproveitado a onda da eleição para engajar pessoas e profissionais a se registrar para que pudessem ficar aptos a votar. Responsabilidade deles? Claro que não, mas ajudaria a começar a mudar um quadro crônico que temos: pouquíssimos profissionais registrados. Fiquei mais assustado ainda ao ver o resultado da votação. Apenas 1792 profissionais registrados e aptos ao voto!!!! Sim, isso mesmo. Confira aqui o resultado da eleição.

Sejamos justos

Mas sejamos justos. Quem procura acha! E eu procurei, bastante, até que consegui achar as propostas da chapa única que concorreu ao CONRERP2 e da chapa única que concorreu ao CONFERP. Ambas no Facebook, apenas. Li e consegui formar a minha opinião em tempo hábil para votar.

O que fazer? Para onde seguir?

Como sempre faço em posts que abordo sobre o sistema CONFERP, fica aqui, de forma pública, o registro de que abro a minha coluna no Blog RP para que o CONFERP e os CONRERPS possam dar publicidade às suas ações, informações, etc. Precisamos trabalhar juntos! Somos, no Blog RP, um dos principais contatos com os profissionais e estudantes de RP. Atingimos mensalmente mais de 9 mil pessoas únicas, e isso é muita coisa.

Vou seguir, ao longo da gestão 2016~2018, cobrando resultados e informações principalmente do CONFERP e da regional 2, à qual sou registrado. É o mínimo que posso fazer para tentar equilibrar responsabilidades. A questão não é ser o chato, mas balancear poderes e cobrar, função de quem está fora e sendo “governado” pelos “governantes”.

Acho que as chapas que se elegem devam colocar em suas agendas (assim como muitas prometeram), os projetos e blogs da área de RP. Trabalhar em conjunto é uma forma de fortalecer a área. Devem olhar para o que já está colocado no mercado e somar ao invés de tentar reinventar a roda.

Devemos zelar pela qualidade e benefício mutuo, só assim nos fortaleceremos como categoria. Parabéns aos representantes eleitos! Deixo abaixo meu contato para continuarmos o trabalho conjunto que a Todo Mundo Precisa de um RP e seus projetos derivados tem desenvolvido com o Sistema CONFERP.

Abraços,

Pedro Prochno | pedro@todomundorp.com.br

Pedro Prochno
Pedro Prochno
Sou fã das Relações Públicas*! Graduado em RP e com um MBA pela FGV, sou empreendedor na área e gerente de comunicação da Uber. Sou Pai do “relações”, Mergulhador, DJ e mto curioso! Adoro viajar, conhecer novas culturas, pessoas e formas de se ver o mundo!
Acompanhe:
Eleições CONFERP 2015: Votei sem saber em quem votei

Comentários

9466