Oficina de Voz: Soluções para uma comunicação vocal eficiente

Desafio Prêmio Universitário Aberje RP Week: e se o mercado e a universidade estivessem na mesma sintonia?
10 de julho de 2017
Performance em RP: Ketchum estréia na programação da RP Week
10 de julho de 2017

Oficina de Voz: Soluções para uma comunicação vocal eficiente

Oficina da voz - Celso Cardoso

O primeiro workshop da RP Week 2017 tirou os RPs da zona de conforto. Celso Cardoso, jornalista na TV Gazeta, professor e palestrante, ministrou o workshop Oficina da Voz. Foram muitas técnicas para aprender a usar a voz de maneira clara e eficiente. Mas a voz é apenas uma parte dos recursos de uma presença efetiva: Celso trouxe muito forte a confiança necessária para utilizar o instrumento vocal de maneira efetiva no dia a dia.

A manhã iniciou com os participantes se apresentando e falando sobre o motivo que os levou para uma oficina de voz. Os motivos eram parecidos: nervosismo para falar em público, falar alto ou baixo de mais, falar muito rápido, vícios de linguagem, entre outros. Características que são comuns a muitas pessoas, mas o Celso garantiu que é possível mudar e que para isso é necessário autoconhecimento, disciplina, dedicação e treino!

Com 30 anos de carreira, completados no dia anterior (09/07) o jornalista falou de forma emocionada sobre o início da carreira na Rádio Diário FM, de Ribeirão Preto, e nos contou no intervalo que deixou a faculdade de engenharia para ser radialista e só então entrou para a faculdade de jornalismo e o mundo da comunicação.

Celso disse que foi alertado por uma prima sobre a sua habilidade ao expressar a fala, mas ressaltou que para se tornar um bom apresentador treinou muito, muito e muito, disse que gravava a própria voz e ouvia diversas vezes até achar que estava melhorando. Ele contou ainda que decidiu dar aulas, pois percebeu que era uma possibilidade de devolver para a vida tudo o que ele tinha recebido por conta de sua voz e da correta utilização dela.

O jornalista afirma que a habilidade de se falar bem é um dom que pode ser conquistado e que sua experiência com os alunos mostra que todos podem conseguir, porque muito mais do que dom é intenção! Uma vez que falar é um ato de doação para com o outro, é preciso estar disposto a se exercitar para comunicar de maneira efetiva.

Oficina da voz_Celso Cardoso

(Celso Cardoso e os alunos do workshop Oficina da Voz)

Soluções para uma comunicação vocal eficiente:

  • Domínio do Assunto: É preciso ter total domínio do que vai falar e, mesmo que seja o texto de outros, você tem que concordar com o que vai dizer. Isso traz segurança. Goste do que está fazendo, tenha paixão por aquilo que vai falar;
  • Mente limpa: O nervosismo é fruto da insegurança, dos pensamentos focados no que pode dar errado. A dica do palestrante é limpar a mente, se concentrar no presente e focar na mensagem que tem que ser passada;

“Mais importante do que como eu estou falando é o que eu estou falando”

  • Gostar da própria voz: Normalmente não gostamos da nossa voz gravada, mas é assim que os outros escutam. É fundamental aprender a gostar da própria voz, a partir do momento que conhece a voz, você aprende a lapidá-la. Não existe voz feia, existe voz mal trabalhada;
  • Respiração: O grande segredo de uma boa projeção da voz é a respiração adequada. O ar tem que vir da barriga para que a voz possa ser projetada o mais longe possível, sem que seja necessário gritar. Usar a respiração para projetar a voz é ter a máxima eficiência com o mínimo de esforço.
  • Tom adequado: Pesquisas indicam que o tom de voz grave tem mais credibilidade. Ao falar você precisa demonstrar convicção no que está dizendo e o tom grave é o que melhor se encaixa nesse tipo de mensagem.
  • Pontuação e Musicalidade: Faça pausas sutis e perca tempo na pronúncia de cada palavra. Quando você fala rápido demais demonstra desinteresse pelo assunto e pelo ouvinte. Nas vírgulas a voz fica mais aguda e no ponto final mais grave. Sempre que começar uma nova frase, se for do mesmo tema, comece por baixo, praticamente no mesmo tom que acabou a frase anterior, isso dá musicalidade para a frase.
  • Tonificação das Palavras: Assim como na palavra existe a sílaba tônica, na frase existem as palavras que merecem tonificação. A tonificação não tem a ver com o tom de voz, é apenas um destaque na palavra. Numerais e Substantivos são sempre tonificados, merecem um destaque ao falar, já os verbos não devem ser tonificados, com exceção dos verbos compostos onde se tonifica o segundo.

 

Para a participante do workshop Nathalia Firmino a lição aprendida foi que “é possível aprender a falar de maneira eficiente, se livrando dos vícios de linguagem e amenizando o sotaque a fim de que a mensagem seja passada de forma limpa e objetiva.”

 

Oficina de Voz_Celso Cardoso

 

Principais aprendizados da Oficina: 

Voz é Autoconhecimento! É de dentro para fora. Você precisa conhecer a suas falhas para poder solucioná-las e evoluir sempre.

Voz é Emoção Pura! É aquilo que você sabe, que precisa passar e que tem que tocar o outro.

Voz é Confiança! É preciso conhecer a fundo o assunto a ser falado para ter a segurança necessária para falar.

Voz é Treino! Gravar, ouvir, melhorar; gravar, ouvir, melhorar; gravar, ouvir, melhorar…

 

A RP Week #4 está só começando, se você perdeu a Oficina de Voz ainda tem a chance de participar de diversas outras atividades, entre elas a Botecada RP e a RP Talk. Inscreva-se em www.rpweek.com.br

Por Ellis Rezende*

*Ellis Rezende é bacharel em Relações Públicas e integrante do Time de Voluntários de Conteúdo da RP Week 2017

Oficina de Voz: Soluções para uma comunicação vocal eficiente

Comentários

12119