Série com agências: Caio Bamberg fala sobre o RP no atual cenário

“Sandy e Junior: A História” – Um show de Relações Públicas
18 de agosto de 2020
Esmalte “Kiss me I’m Brazilian” causa revolta nas redes sociais
7 de setembro de 2020

Série com agências: Caio Bamberg fala sobre o RP no atual cenário

No terceiro texto da nossa série com CEOs das principais agências de comunicação e Relações Públicas do Brasil, entrevistamos Caio Bamberg.

CEO da Ketchum Brasil, empresa global de Relações Públicas, Caio assumiu o cargo em 15 de abril de 2019 com o desafio de dar o direcionamento estratégico da companhia, assim como do crescimento dos negócios.

Veja como foi a conversa:

 

As mudanças no mercado de RP após o início da pandemia

Para Caio, este é um período muito intenso de trabalho para a gestão de reputação de marcas e também para a gestão da comunicação interna.

Em um momento de incertezas, é importante que as agências estreitem seus relacionamentos com os clientes para que a confiança se fortaleça. Desde o início da pandemia no Brasil, Caio conta que eles estiveram ainda mais próximos dos clientes, para aconselhá-los com dados e pesquisas, ajudando-os a melhor entender o contexto atual na perspectiva das suas audiências, e todos os riscos e oportunidades envolvidos nesse novo cenário.

Segundo Caio, “tivemos que reinventar o nosso trabalho como relações públicas. Nos últimos meses, as empresas têm se mostrado cada vez mais preocupadas em apoiar a comunicação transparente, transmitindo seus valores e apoiando seus funcionários”.

Talvez a transparência nunca tenha sido tão importante em um determinado momento como está sendo agora. As empresas estão buscando uma comunicação mais humanizada e empática. Diante disso, Caio diz que “a consultoria de comunicação é indispensável para lidar com este momento de incertezas.”

 

O maior aprendizado neste período

“Resiliência, planejamento e agilidade nos ajudaram a encontrar novos formatos para continuar desenvolvendo o nosso trabalho de forma eficiente e qualificada.”

Há um grande aprendizado que Caio enfatizou na conversa: cuidar das pessoas!Cuidar das nossas pessoas para lidar com o impacto inicial e, então, prepará-las para um processo transformacional de adaptação e reinvenção” pontuou. 

O foco na comunicação interna é essencial para manter a proximidade com os funcionários. Na Ketchum, eles foram informados sobre cada decisão, cada passo e todo o plano de continuidade que foi criado e implementado. 

“Esse processo transparente e próximo ajudou nossas pessoas e nossos clientes a confiarem na gestão da crise, e isso muito nos fortaleceu”, relata Caio.

Aqui cabe muito a lei da ação e reação. Se a agência põe em prática a ação de cuidar das suas pessoas e de prestar toda assistência, a reação delas tende a ser positiva para os negócios.

Na Ketchum, o trabalho remoto não era uma realidade, mas após o início da pandemia “as equipes têm trabalhado de forma integrada no mesmo ritmo e qualidade que tínhamos quando nos uníamos presencialmente”, conta o CEO da agência.

Talvez o segredo para enfrentar o atual cenário com positividade esteja na reinvenção e na melhoria dos processos, mas “priorizando sempre o bem-estar dos funcionários e a qualidade das entregas”, lembra Caio.

 

A estruturação de equipes na Ketchum

Em apenas 48 horas a Ketchum foi capaz de implementar a espinha dorsal de tecnologia e processos que haviam desenhado algumas semanas antes do dia 13 de março, prevendo que um plano de continuidade seria necessário à medida que a pandemia avançasse.

Caio disse que a comunicação interna e planejamento operacional foram fundamentais para a organização do que aconteceria a seguir, e engajar a todos de forma a passar confiança.

Outro aspecto fundamental que o CEO da Ketchum destaca está na importância de ter um time coeso e garantir que todas as lideranças se mantenham informadas e conectadas na distribuição de tarefas e fluidez dos times. “Nesse sentido, os times Financeiro, Administrativo, TI e RH, foram absolutamente cruciais para fazer a operação funcionar de forma inédita em tão curto espaço de tempo”, acrescenta Caio.

 

O papel do RP

Caio acredita que, no atual cenário, o papel do RP seja valorizado ainda mais. Ele complementa: “isso acabará se revelando num desdobramento positivo para nós, à medida que a sociedade e os negócios vão se reorganizando para retomar suas atividades e a economia prosperar.” 

Na Ketchum, Caio enfatiza que a maior preocupação sempre foi e é estar presente, pertinente e relevante para os clientes, seja construindo marcas, gerando resultados ou aconselhando em momentos importantes. Finalizando, ele enxerga o propósito de ser da agência fortalecido e mais intenso.

 

Leia também:

s

 

Série com agências: Caio Bamberg fala sobre o RP no atual cenário

Comentários

13253