1 ação, 3 públicos e muitas lições

ProXXIma 2012 – Seminário Internacional de Comunicação e Marketing Digital
27 de abril de 2012
Relações Públicas: Fazer ou não fazer, eis a questão
2 de maio de 2012

1 ação, 3 públicos e muitas lições

Esse mês foi agitado para a Starbucks Brasil. Primeiro, para comemorar os 100 mil fãs no Facebook, a rede promoveu uma ação em que bastava apresentar o voucher divulgado na fanpage da marca e voilá: você ganhava o novo sabor Brigadeiro Frappuccino.  Eu passei pela loja da Alameda Santos, na região da Avenida Paulista, e o resultado estava escancarado: fila e mais fila e todos saindo felizes com suas bebidas! Uma “doação” da Starbucks para os clientes  pelo marco alcançado na rede social.

Mas a “doação” não parou por aí! No domingo passado, dia 22 de abril, a Starbucks convidou todos a irem participar da ação #NossaComunidade, também para celebrar, mas dessa vez o Mês da Comunidade. A ideia era reformar a Casa do Zezinho, uma ONG que há 17 anos leva cultura e atividades educativas para crianças e adolescentes de 67 escolas públicas da região do Capão Redondo, Parque Santo Antônio e Jardim Ângela, na Zona Sul de São Paulo.


Eu, que estava sentindo falta de fazer algum trabalho voluntário, de cara de empolguei e resolvi participar. Para minha alegria (sem trocadilhos rs) e surpresa, a ação tinha um histórico maior – não era isolada como eu pensava e sim parte de um projeto maior da Starbucks – e um fato inédito: a rede reuniu três públicos de interesse da marca em uma mesma ação.

Foi lá na Casa do Zezinho, no discurso do partner nº 1 da Starbucks Brasil (eles chamam internamente os colaboradores de partner, parceiros mesmo da empresa), que ele contou dessa iniciativa da rede, que estava acontecendo também em outros países, em promover ações sociais de voluntariado para comunidades em que abrem novas lojas e também em entidades não-governamentais que precisam desse apoio. Até então, as ações envolviam apenas os colaboradores e, pela primeira vez, nesta #NossaComunidade, a Starbucks contava com clientes também para doarem seu tempo e disposição por uma ótima causa.

Juntos, pintamos paredes, quadra, arrumamos o jardim, a área da piscina…tudo o que foi possível naquela manhã e início de tarde de domingo. Em troca, recebemos a alegria dos responsáveis pela Casa do Zezinho e o agradecimento em forma de uma bela apresentação da orquestra da entidade.


O que eu aprendi com tudo isso e queria compartilhar com vocês?

Profissionalmente falando: muitas vezes, nós Relações Públicas pensamos em produzir ações específicas para cada público: um para os clientes, outro para os colaboradores, outro para a comunidade e assim por diante. #Ficadica de uma ação que reuniu três públicos, aparentemente distintos, por um valor que a marca leva, de sustentabilidade. Foi possível sim, e com sucesso, trabalhar o lado institucional da empresa, unindo todos em prol de uma causa; reforçar sua atenção com o meio entorno de suas lojas; aproximar o consumidor e inserindo ele na cultura da empresa, mostrando que há mais por trás da Starbucks que ótimas bebidas e sabores; fidelização dos colaboradores; estreitar relacionamentos, nada mercadológico…tudo isso implícito e com apenas UMA ação.

Pessoalmente falando: nada explica a sensação de ajudar o próximo. A experiência é super gratificante e nos faz repensar valores, novas formas de contribuir com o mundo, com as pessoas, sair da zona de conforto e proporcionar “conforto” para os outros. Por que eu citei a outra ação do Brigadeiro Frappuccino no começo do post? Porque ambas tem uma coisa em comum: ganhar uma bebida e ser voluntário não tem preço! Agora a diferença entre as ações: centenas de pessoas saíram de suas casas, trabalho, escola, faculdade e foram lá receber de graça o frappuccino. Poucas foram aquelas que acordaram cedo, num domingo e com tempo frio e chuvoso para ajudar, mas tenho certeza que ganharam bem mais que um café #pensenisso

Fotos: álbum Facebook Starbucks Brasil

 

Redação TMPRP
Redação TMPRP
Acompanhe:
1 ação, 3 públicos e muitas lições

Comentários

4068